Aviso prévio – Como funciona? Preciso trabalhar?

Os colaboradores que precisam deixar uma companhia devem saber de algo comum: o aviso prévio. Apesar de conhecerem esse termo, existem colaboradores que não compreendem como funciona e, principalmente, se é preciso trabalhar.

 

Esclarecendo o aviso prévio

O aviso prévio não tem um lado de onde ele vem: as companhias podem demitir um colaborador e também dar a ele o aviso prévio. Na verdade, o aviso prévio é um período em que o colaborador sabe que sairá da companhia e que deve encontrar outra ocupação. Falando das companhias, elas sabem que perderão um colaborador e devem selecionar outro.

Aviso prévio - Como funciona

Esse aviso é essencial porque impede que o colaborador fique sem nenhuma renda e de repente. Além disso, ele impede a companhia de ter o seu trabalho reduzido por não ter colaboradores. Com o aviso prévio, todos podem considerar meios para estabilizar-se.

 

E o colaborador trabalha?

A definição sobre trabalhar no aviso prévio depende. Quando o colaborador avisou a companhia de que está saindo, ele deve trabalhar. Afinal, a companhia deve conseguir um novo colaborador e não pode ficar com uma parte das atividades sem ser coberta.

Entretanto, quando é a companhia quem demite o colaborador, existem dois jeitos de “usar” o aviso. Primeiro, a companhia pode não desejar que o colaborador continue ali e, para liberá-lo, paga. Segundo: se a companhia deseja que o colaborador continue enquanto encontra outro, não pode exigir que o colaborador trabalhe em sua carga toda e a forma de “liberá-lo” é variada.

Importante: se um colaborador acertar que obedecerá ao aviso prévio e não o fizer, a companhia pode requerer uma multa. Porém, isso ocorre apenas quando é o colaborador quem se demite.

Quando o aviso prévio não acontece

As companhias fazem o aviso prévio somente quando o colaborador que está sendo dispensado vai sem justa causa, pois a justa causa livra a companhia dessa obrigatoriedade. Afinal, o aviso prévio é uma ajuda. Apesar de as companhias não necessitarem, muitas costumam pagar algo aos colaboradores nessa situação.







Sem Comentários.

Deixe um Comentário