Como gastar o 13° Dicas

O 13° é uma das coisas mais esperadas do ano. Cada pessoa utiliza o pagamento de uma forma e é importante gastá-lo com consciência. Vale a pena encarar o 13° como uma oportunidade de passar o começo do ano mais tranquilo com relação às contas.

 

Deixando as contas em ordem

O primeiro bom uso que se pode fazer do 13° é para pagar as contas. Muitas pessoas chegam a essa época do ano com a vida financeira no vermelho e, sendo assim, o 13° é uma boa chance de quitar pendências. Mesmo que ele precise ser usado inteiro para isso, será muito melhor ver todas as dívidas liquidadas.

Como gastar o 13 - Dicas

Respiro para o começo do ano

É de conhecimento geral que existe uma série de contas que devem ser pagas no começo do ano: compra de material escolar, IPTU, IPVA e outras mais. Dessa forma, é recomendado separar uma parte do 13° para que essas contas sejam pagas com mais facilidade, sem precisar apertar tanto o orçamento.

 

A compra de bens duráveis

Muitas pessoas gostam de fazer compras utilizando o 13° e não há nada de errado nisso. No entanto, é importante que a preferência seja dada a bens duráveis, ou seja, a itens que têm um período maior de duração. Gastar o 13° com itens como festas, por exemplo, pode ser considerado desperdício, a não ser que seja estritamente necessário.

 

A hora de investir

Os investimentos são formas comuns de conseguir um bom retorno financeiro, embora nem sempre esse retorno venha a curto prazo. Para fazer um bom investimento, a dica é procurar a ajuda dos bancos, já que eles dão orientações precisas sobre o tipo de investimento mais adequado a cada perfil e a cada expectativa.

 

Mas não se pode gastar com nada supérfluo?

Claro que não há problema em separar uma pequena quantia para gastos supérfluos. O problema é quando o dinheiro é completamente gasto dessa forma. Por isso, vale a pena fazer um planejamento para que o 13° renda e a vida financeira seja beneficiada.