Como montar um currículo para 1º Emprego

O primeiro emprego pode ser um dos mais difíceis para conquistar, sendo que os profissionais, sem experiências anteriores, demoram a encontrar empresas que contratem seus serviços, até mesmo por não saber de suas habilidades e cargos para os quais já trabalhou, além da inexistência de referências anteriores.

Para a contratação de um profissional para primeiro emprego, é necessário que o mesmo saiba montar um currículo adequado, com todas as informações essenciais para a avaliação de seu perfil.

Dados pessoais

O primeiro item que deverá ser incluso é algumas informações pessoais, englobando nome completo, idade, endereço e contatos variados para que a empresa possa comunicar-se com o candidato. currículo para 1º Emprego

Objetivo

Mesmo sem experiências anteriores, seu objetivo para o futuro emprego deverá ser bem específico, anunciando a área que deseja trabalhar.

Qualificações

A área de qualificações serve para que o candidato possa exibir algumas de suas qualidades, voltadas ao emprego, para a possível empresa contratante, realizando um resumo de seus pontos positivos.

Formação Acadêmica

Deve-se especificar os cursos que foram prestados e lhe qualificam para prestar as funções de determinado cargo, sendo que somente deve ser citado o último grau de escolaridade, ou seja, o mais recente.

Cursos complementares

Os cursos complementares de curta duração devem ser informados nesta área, mencionando o nome da instituição e curso realizado.

Pode-se incluir, nesta área, os workshops que foram realizados, caso haja algum.

Idiomas

Caso você possua um curso de idiomas, inglês ou espanhol, o mesmo deverá ser citado no currículo para primeiro emprego, agindo como um diferencial.

Neste caso deve-se citar a instituição de ensino onde concluiu o curso, ou está cursando-o, assim como o nível aprendido: básico, intermediário, avançado ou conversação.

Informática

Para os profissionais que possuem cursos de informática, os mesmos também deverão anuncia-los nesta área, sendo importante destacar os programas de seu conhecimento e o nível de aprendizado, assim como citado para os idiomas, resumindo-se em básico, intermediário ou avançado.

Caso você não possua um curso, porém saiba administrar e manusear um programa, também é necessário citá-lo na área de informática, agregando quaisquer aprendizados que possam agregar valor ao seu currículo.

Modelo 2015 pronto!







Sem Comentários.

Deixe um Comentário