Como pagar o INSS como autônomo? Dicas

Vários autônomos desejam receber benefícios após determinado tempo cumprindo seus sérvios, explorando os métodos possíveis para que o indivíduo possa pagar o INSS e ainda possuir o direito à aposentadoria, recebendo seus benefícios após determinado período, variando de acordo com o tipo de “contrato” escolhido.

 

INSS Autônomo – Como Contribuir

download (2)

Para os autônomos, os mesmos podem optar por duas vertentes oferecidas pelo INSS para todos os trabalhadores que atuam neste ramo.

A primeira opção é a aposentadoria por tempo de serviço ou por idade, sendo que, ao optar por esta vertente, o contribuinte deverá pagar 20% de seu salário mensalmente, porém, após trabalhar por 35 anos (homens) e 30 anos (mulheres), os mesmos já poderão solicitar sua aposentadoria alegando cumprir o tempo mínimo de serviço. Esta opção ainda é válida para aqueles que, ainda não cumprindo o tempo de serviço, atingiram a idade limite de 65 anos (homens) ou 60 anos (mulheres), atingindo a meta de 180 contribuições com o INSS para também requisitar sua aposentadoria.

A segunda opção é somente baseada na aposentadoria por idade, sendo que a mesma é praticamente igual à anterior, porém a contribuição é reduzida, chegando a 11% do salário mínimo, o que resulta em aproximadamente R$75 mensais, somente liberando o benefício da aposentadoria ao atingir a idade mínima de 65 ou 60 anos segundo as especificações citadas acima, também cumprindo o mínimo de 180 contribuições com a Previdência Social.

 

Como participar?

O trabalhador autônomo que possui expectativas de aposentar-se um dia e, por este motivo, deseja contribuir com o INSS para exercer seu direito ao benefício deverá realizar a inscrição no programa, devendo acessar a área para o cadastramento de contribuinte individual do INSS, comparecendo a uma das agências que realizam este tipo de procedimento em prol da população.

Para realizar o cadastramento é necessário agendar um horário, podendo realizar este processo por meio do site oficial da Previdência Social ou até mesmo ligando para o número 135 de seu telefone, requisitando o atendimento.

Os pagamentos devem ser realizados após a efetivação da inscrição, imprimindo um carnê por meio do site do INSS e preenchendo-o para que seja possível realizar o depósito na quantia estipulada mensalmente, mantendo suas contribuições em dia com o programa.







Sem Comentários.

Deixe um Comentário