Como se tornar intérprete – Cursos, dicas

Muita gente está em busca de uma nova carreira seja por ter cansado da sua antiga ou por precisar nesses tempos difíceis de crise. A carreira de intérprete atrai quem já conhece um pouco de uma língua estrangeira ou é fluente e acha que valeria a pena investir nisso.

Sobre a carreira

O que um intérprete faz exatamente? Ele basicamente serve de auxílio para duas ou mais pessoas que falam línguas diferentes e precisam se comunicar. Ele pode trabalhar realizando tradução simultânea ou interpretando o que as pessoas falam e explicando para cada uma delas.

Como se tornar interprete

Quem pensa que basta saber outra língua para começar outra carreira está completamente enganado, é importante ser fluente tanto na língua quanto no português. Algumas habilidades também são necessárias como concentração e habilidade de trabalhar sob pressão.

Para complementar a formação de um intérprete existem cursos específicos para a área nos quais é necessário investir antes de começar a atuar.

Mercado de trabalho

Com a globalização e o grande número de companhias multinacionais que chegam ao Brasil a função de intérprete fica cada vez mais procurada e para várias línguas, não só o inglês e espanhol costumeiros. Grandes eventos esportivos, como Olimpíadas, sediados no país também aumentaram a demanda por esse tipo de profissional.

Existem agências que fazem a ligação entre os intérpretes e os clientes, mas também é possível trabalhar de forma independente como freelancer. Nesse último caso é necessário criar um portfolio online, um site e o profissional também pode optar por procurar projetos através de sites para freelancers como 99freelas e Freelancer.com.

O curso

A maioria dos cursos disponíveis para essa área são de graduação com habilitação em interpretação. As grades curriculares possuem conteúdos como técnicas para interpretação simultânea, teorias de interpretação, linguística e interpretação de textos na língua estrangeira.

Vale lembrar que quem entra nesse tipo de curso já deve estar em nível avançado ou fluente na língua desejada para conseguir acompanhar as matérias.

Alguns dos cursos de interpretação disponíveis no mercado são:

  • Letras – Anhanguera: nesse curso o profissional se forma em letras com habilitação para realizar traduções e interpretações. http://www.anhanguera.com/graduacao/cursos/letras_tradutor_interprete.php.
  • Curso de Intérprete – PUC: curso com foco na interpretação de língua inglesa. http://www.atpiesp.org.br/curso-sequencial-interprete-em-lingua-inglesa-puc-sp/.
  • Letras – USJT: o profissional também terá formação em letras e poderá atuar como intérprete e tradutor. http://www.usjt.br/cursos/graduacao/tradutor_interprete.php.







Sem Comentários.

Deixe um Comentário