Como trabalhar em um cartório?

Serviços Notariais e de Registral é uma  organização técnica e administrativa destinadas a garantir a publicidade, autenticidade, segurança e eficácia dos atos jurídicos.

No cartório é possível realizar os seguintes serviços, resumidamente:

Como trabalhar em um cartório

  • Serviços de Notas, que lavram procurações e reconhecem assinaturas e autenticam documentos
  • Serviços de Protestos de Títulos, que lavram os protestos dos títulos de documentos de dívidas e atos acessórios a eles relativos;
  • Serviços de Registro de Imóveis, que fazem, o registro e a averbação dos títulos ou atos constitutivos
  • Serviços de Registro de Títulos e Documentos e Civil das Pessoas Jurídicas, que registram os contratos, o estatuto ou compromissos das sociedades civis, religiosas,etc
  • Serviços de Registro Civil das Pessoas Naturais, que registram os nascimentos, casamentos e óbito
  • Serviços de Registros de Contratos Marítimos e Serviços de Registros de Distribuição, funções de uso restrito a alguns poucos Estados brasileiros, tratando os primeiros de atos exclusivamente relativos a transações de embarcações marítimas

Vale lembrar que no cartório existem setores que necessitam de conhecimento muito amplo. Trabalhar em algum setor do cartório não exige ser concursado, pois se você preferir pode trabalhar como atendente. Já para trabalhar em cartórios civis, criminas ou tabelião será necessário que se realize um concurso para poder atuar na área.

Como escolher uma área do cartório para atuar?

Primeiro passo a se fazer é determinar antes de qualquer coisa a área que vai exercer. Outra coisa importante é você se manter bem informado, sobre onde estão localizados os cartórios da sua cidade e procurar quais vagas estão disponíveis. Nesses locais a busca por pessoas para trabalhar é intensa, por isso se torna muito difícil encontrar vagas desocupadas. Mas se tiver se informe mais e pergunte quais cursos serão necessários para que você venha ocupar essa vaga.

Para atuar com tabelionato, já é preciso ter curso superior em direito, e possuiu OAB, ter passado no exame da Ordem. Também se faz  necessário ter algum tempo de experiência para poder fazer o concurso destinado ao tabelionato. Para se tornar um tabelião será necessário tempo, dedicação e muito estudo.







Sem Comentários.

Deixe um Comentário