Concurso Prefeitura de Paranaguá-PR 2017 – Edital e Inscrição

A Prefeitura de Paranaguá, que está no Paraná, vai admitir 123 servidores temporários. As contratações serão para o serviço de Saúde em 2017 e incluirão dentista e outros, que farão parte de toda a assistência do município. Os outros cargos serão para supervisor ESF, fisioterapeuta, técnico de Enfermagem, auxiliar de endemias, médico, enfermeiro, auxiliar de consultório dentário e ainda agente comunitário de saúde.

A sua banca será a Organização Fafipa e será disponibilizada a prova de títulos. Além dela, os profissionais vão fazer uma prova objetiva que, será a principal etapa eliminatória. A terceira parte para se selecionar esses servidores será a observação da experiência profissional.

O processo seletivo para Paranaguá será passível de convocação por um ano e a prefeitura paranaense poderá aumentá-lo. Essa validade será considerada pela Fafipa a partir de quando o certame for homologado e, se existir prorrogação, não pode ser maior que um ano.

As remunerações para os servidores paraenses poderão ir até R$ 9.300,00, sendo eles temporários. Além dos que Paranaguá vai admitir logo, existirá a feitura de um cadastro reserva que dirá respeito a todas as unidades municipais de Saúde.

Esse processo seletivo vai compreender também as cotas relacionadas aos índios e aos negros, além dos deficientes. Ao todo, a Fafipa vai colocar 14 oportunidades separadas para estes.

Os candidatos realizarão as suas provas em 29 de outubro e, logo após, a Fafipa vai disponibilizar no seu endereço  eletrônico o primeiro gabarito. Os participantes precisarão acompanhar as publicações para ver as convocações.

Inscrição

Todos se inscreverão no http://concurso.fundacaofafipa.org.br/ até 28 de setembro, recordando que as taxas da Fafipa ficam entre os R$ 90,00 e os R$ 40,00. A Prefeitura de Paranaguá não vai liberar nenhuma inscrição presencial e é por isso que os candidatos precisam saber dos locais públicos nos quais são disponibilizados acessos.

Vale dizer que a banca aceitará que os candidatos requisitem liberação da taxa. Entretanto, isso não é para todos os profissionais e sim no caso dos que fazem parte do Cadastro Único.