Curso de Eletropneumática Senai – Inscrição 

Quem tem interesse em trabalhar no segmento da mecânica não pode perder a oportunidade de fazer o curso de eletropneumática Senai. Através dele o aluno aprenderá a identificar como se dá o princípio do funcionamento e qual a função que cada elemento pneumático possui.

Além disso, saberá fazer a interpretação, elaboração e também a montagem dos sistemas pneumáticos básicos. Conexões, tubos e válvulas, acumuladores e compressores também serão visualizados para que o profissional saiba lidar com os mesmos.

Requisitos

Para se inscrever nesse curso é preciso que o aluno tenha pelo menos 18 anos e que esteja cursando o nível fundamental, ao menos o 6º ano. Outro requisito que também deve ser cumprido é ter concluído algum curso de qualificação dentro da área eletroeletrônica ou que pelo menos consiga comprovar que tem experiência.

O que é visto no curso

O curso de eletropneumática Senai possui um conteúdo programático voltado a qualificar o aluno para que o mesmo possa se tornar um profissional de excelência. É por isso motivo que são abordados:

  • Redes que distribuem ar comprimido
  • Fundamento da mecânica dos fluidos
  • Compressores
  • Tratamento dado ao ar comprimido
  • Diagramas
  • Atuadores pneumáticos
  • Compressores
  • Válvulas pneumáticas
  • Componentes existentes nos circuitos elétricos

Nos ensaios é possível verificar como que o circuito eletropneumático básico direto funciona com o atuador tanto de dupla quanto de simples ação. Também é feita uma verificação de como se dá o funcionamento do circuito eletropneumático indireto através do comando bi-manual lógico e comando alternador lógico ou então verificar como que o circuito eletropneumático funciona estando a auto retenção desligada e a liga dominante e intertravamento de botões.

Outra verificação que é feita nesse curso é quanto ao funcionamento do circuito eletropneumático automático sequencial que faz uso ou não das paradas emergenciais utilizando-se os fins dos cursos elétricos e também dos sensores de proximidade.

Ainda é verificado como o circuito eletropneumático funciona ao programar o tempo e a velocidade, com a contagem dos pulsos e ciclos e também das paradas automáticas. Também é feita a verificação levando em consideração como ocorre o retorno por pressão programada.