Cursos gratuitos Via Rápida SP 2014 – Inscrições

O governo de São Paulo em a parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT) mantêm o programa Via Rápida Emprego, que oferece cursos básicos de qualificação profissional aos trabalhadores que desejam aumentar sua grade de conhecimentos e assim conquistar melhores vagas no mercado de trabalho. Em 2013 estão sendo ofertados mais de 100 mil vagas em cursos distribuídos na cidade de São Paulo e mais 645 municípios paulistas. Dentro dessas vagas ofertadas estão de cursos presenciais e 40 mil de educação á distância para cursos de inglês e espanhol, abertas para o setor de turismo pensando na Copa de 2014.

 Inscrições no Via Rápida

 Via RápidaPara se inscrever basta acessar o site http://www2.viarapida.sp.gov.br/viarapida/cadastrese.jsp e realizar um cadastro. Em seguida acesse a seção de “cursos” (http://www.viarapida.sp.gov.br/Cursos.aspx), e escolha o que tenha em sua cidade ou próximo e que mais gostaria de realizar e selecione “inscreva-se”. Podem ser inscrever maiores de 16 anos, alfabetizados e que residam no estado de São Paulo. Dependendo do curso é necessário um nível de escolaridade diferente. Quem não tiver acesso a internet pode fazer a inscrição em um dos postos do Acessa São Paulo, as primeiras turmas devem iniciar ainda em maio.

É dada prioridade para candidatos desempregados ou em situação de extrema pobreza cadastrado no programa São Paulo Solidário, da Secretaria de Desenvolvimento Social. Depois da inscrição é avaliado o perfil de cada candidato e são selecionados os que atendem aos requisitos necessários de acordo com o número de vagas. O aluno recebe a informação do inicio do curso por carta ou telegrama.

 A Seleção

Os alunos selecionados receberão uma bolsa de subsidio de transporte de R$ 150 e auxilio alimentação de R$ 100, além do material didático. Alunos desempregados que não estão recebendo seguro desemprego ou outro benefício recebem bolsa de ajuda de custo no valor de R$ 210 durante o curso. São mais de 60 opções de cursos com duração média de 90 dias. A meta do governo é que com este programa as pessoas possam ter melhor qualificação profissional, e assim conquistar melhores oportunidades de emprego. Uma forma de incentivo para quem deseja abrir o próprio negócio, o que gera renda e emprego para o estado.


 



12 Comentários