Datas de Pagamento do Seguro Desemprego Janeiro 2017

Para que os desempregados tenham maior estabilidade para que outra vaga seja conseguida, há o seguro desemprego, que é ofertado em parcelas. Contudo, é preciso conhecer as datas de pagamento: em janeiro de 2017, por exemplo, elas serão em escala.

 

Para quais desempregados o seguro desemprego é ofertado?

Alguns desempregados não podem desfrutar do seguro desemprego por não terem o registro profissional na carteira. Isso ocorre, por exemplo, com os freelancers. Já os colaboradores que podem ter o seguro desemprego são todos os registrados, as domésticas que têm vínculo e os pescadores no período em que a pesca é vetada. Os indivíduos que estavam em alguma companhia como escravos, ou seja, sendo explorados, também têm esse benefício quando são resgatados.

O valor que o seguro desemprego paga é alto?

Na realidade, o Governo não possui um valor padrão de seguro desemprego, sendo ele estabelecido quando se considera quais eram as remunerações que o desempregado teve nos 3 últimos meses em que trabalhou. No entanto, o Governo usa 3 divisões para que esses pagamentos sejam encaixados: existem alguns que ficam em R$ 1.400,00, enquanto há outros que são maiores e os que superam R$ 2.400,00.

 

Escalonados: como os desempregados receberão?

Para que o indivíduo saiba da sua data de pagamento, ele deverá ver o PIS, uma vez que o pagamento escalonado considerará esse registro. Os pagamentos começarão a ser disponibilizados em 17 de janeiro e irá até o dia 21 e, a cada dia, um grupo de indivíduos com finais específicos do PIS serão beneficiados. Usando a página eletrônica http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/seguro-desemprego/Paginas/default.aspx, pode-se ver de forma total o calendário.

 

E para requerer o seguro desemprego?

Para que o requerimento do seguro desemprego seja efetuado, é necessário procurar alguma filial da Caixa Econômica Federal, apresentando carteira profissional e, possivelmente, o PIS. Outro local em que se pode fazer esse requerimento é o SINE. As parcelas que esses indivíduos recebem variam, embora ninguém receba menos que 3 parcela, além de elas poderem chegar a 5.