Exames médicos de demissão – Onde fazer? Custos?

Assim como os candidatos a colaboradores precisam realizar os exames admissionais, também é essencial fazer os exames médicos de demissão ao deixar uma companhia. Contudo, quais os custos para o colaborador? Onde fazer?

 

A utilidade do exame médico de demissão

Os exames médicos de demissão são efetuados para que certificar que o colaborador está saindo da companhia em boas condições, sem nenhum distúrbio que tenha adquirido no trabalho ou que tenha sido agravado.

Exames médicos de demissão

Esses exames podem proteger a companhia em caso de processos e também ajudar o ex-colaborador em indenizações.

 

O que ocorre em um exame médico de demissão?

Geralmente, as mesmas atitudes do médico no exame de admissão ocorrem no de demissão. Assim, o médico realizará perguntas e fará análises corriqueiras, como da pressão. Como no exame médico de admissão, o colaborador poderá fazer outros exames.

 

Custos: valor do exame médico de demissão e onde fazer

Mais uma vez, a situação do exame médico de demissão é parecida com o exame de admissional. No de demissão, a companhia também necessita encaminhar os colaboradores aos médicos. Se, feita a avaliação, houver exames, o colaborador irá para o laboratório definido.

No caso de o colaborador ficar responsável pelo lugar onde o exame médico de demissão ocorrerá, ele deverá procurar um local especializado. Quitar o exame de demissão é responsabilidade das companhias.

 

Inapto para demissão: o colaborador permanece e é tratado

O exame médico de demissão também pode dizer que o colaborador está inapto para ser demitido. Ocorrendo isso, diz-se que um mal foi adquirido ou foi agravado no colaborador por causa do que ela desempenhava e, assim, a companhia é culpada. Reprovado, o colaborador precisa ficar na companhia até estar saudável. A companhia e ele serão orientados sobre os cuidados e repetição dos exames.

 

Quando o exame médico demissional é dispensado?

Há circunstâncias em que o exame médico de demissão não é solicitado. A justa causa, por exemplo, dispensa o colaborador de ser examinado. Outra situação importante são as férias: o colaborador não pode realizar exames médicos demissionais nesse período.







Sem Comentários.

Deixe um Comentário