Falta de verba do Pronatec em MG – Entenda

O Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) trancou cursos em 100 municípios do estado por falta de verba. Os cursos oferecidos pelo Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) no estado de Minas Gerais por falta de verba. Por causa desse problema mais de 12 mil alunos estão sem aula por mais de um mês, em média de 350 turmas. A verba do Pronatec é investida nos estudantes que recebem R$ 2,00 por hora/aula. De acordo com Claudio Aguiar Vita coordenador geral do Pronatec do IFMG é preciso que o órgão receba cerca de R$ 16,5 milhões para que as aulas possam ser retomadas.

Falta de verba do Pronatec em MG - Entenda 01Segundo Vita o ano letivo no estado de Minas Gerais deveria ter iniciado no dia 19 de fevereiro de 2015, assim que terminou o Carnaval o que prejudica o programa, mas mesmo assim ainda da para repor as aulas. O problema que mais ocorre é a evasão, pois os alunos sentem-se desmotivados e acabam desistindo dos cursos. Segundo afirmação do ministério já foi liberado uma parcela da verba orçamentária do governo que são destinadas a universidades e institutos federais que agregam 1/12 do total de recursos destinados para as instituições em 2015. Nesse ano a verba de repasse do MEC as universidades federais caiu cerca de 30% o que as obrigou a reduzir os gastos cortando serviços.

A verba que vem para o Pronatec do IFMG é usada para estudantes, no pagamento de bolsistas (professores, supervisores e apoios) e na compra de materiais didáticos como canetas, lápis e apostilas. Além da hora/aula que o aluno recebe ainda tem direito a camiseta que é o uniforme do curso e uma pasta para levar o material didático.

Por enquanto não houve nenhum cancelamento, apenas foram suspensos temporariamente. O valor é para custear as turmas que foram matriculadas nos anos de 2013 e 2014. Com a verba em dia os cursos poderão ser retomados integralmente.

 







Sem Comentários.

Deixe um Comentário