Nova lei de Trabalho 12 horas – Jornada de até 48h semanais

A conversa a respeito da nova lei de trabalho de 12 horas tem sido bastante comum e encontrada em qualquer lugar. Integrando a reforma trabalhista que está sendo preparada pelo Governo Temer, ela está trazendo susto a muitos trabalhadores, sendo fundamental compreendê-la e saber se ela apresenta alguma vantagem.

 

O que essa nova lei estabelece?

Normalmente, a carga horária máxima que os colaboradores possuem a cada dia é de 8 horas. No entanto, com essa nova lei, ela subirá para 12 horas. Assim, o colaborador que começou o trabalho às 8h sairá às 20h. Apesar de ser comum que os colaboradores comecem a pensar que trabalharão muito mais, isso não ocorrerá.

nova-lei-de-trabalho-12-horas-jornada-de-ate-48h-semanais

Essa nova lei trabalhista também admite que a carga horária semanal fique em 48; antes, o máximo era 44h. Dessa forma, os patrões não poderão colocar os colaboradores todos os dias para trabalhar por 12h. Afinal, considerando que muitas companhias atuam de segunda a sexta, isso traria 60h trabalhadas a cada semana.

 

Como ficará estabelecida, então, a carga horária?

Esse é um benefício dessa nova lei trabalhista: a possibilidade de conversar com os patrões e decidir quando essas 12 horas ocorrerão. Na verdade, os colaboradores podem enxergar essas horas a mais como as já conhecidas horas extras. No entanto, elas passam a ser integrantes da contagem de horas da semana e não algo “por fora”.

 

Cansaço: as companhias precisarão considerar

Apesar da vantagem de poder estabelecer, com o patrão, essas 12 horas e da possível relação que existe com as horas extras, que significam um rendimento a mais para os colaboradores, existe uma desvantagem: estar em trabalho por 12 horas é extremamente cansativo e isso piora quando o colaborador precisa voltar à companhia no dia seguinte.

Essa desvantagem tanto prejudica a saúde dos colaboradores quanto a própria companhia, que tem o rendimento decaído. Por isso, vale as companhias estabelecerem formas de deixar os colaboradores confortáveis e também de estimulá-los, como os cafés e mesmo pausas com jogos.







Sem Comentários.

Deixe um Comentário