Vagas de Emprego Assistente Social

Existem algumas áreas de trabalho que precisam de uma maior qualificação profissional por causa do trabalho que é realizado, sendo que algumas dessas áreas exigem que o profissional tenha curso superior, como é o caso da profissão de Assistente Social.

Para atuar como assistente social, o profissional deve cursar a faculdade de Serviço Social, em uma instituição de ensino pública ou privada, desde que tenha a habilitação para oferecer esse curso. Normalmente, a sua duração é de 4 anos e o conteúdo abordado envolve diversos aspectos diferentes.

Mercado de trabalho de Assistente Social

Um assistente social trabalha na área de prestação de serviço para a sociedade, como questões políticas sociais privadas, públicas e também em organizações que não sejam governamentais, as chamadas ONGs.

Hoje em dia, o mercado de trabalho para a área de serviço social não está somente nos grandes centros, agora, os profissionais também encontram oportunidades de trabalho no interior do país, já que o Governo Federal fortaleceu os programas que tem como objetivo erradicar a pobreza, e é no interior que esses programas têm mais força.

O mercado de trabalho nessa área vem se expandindo mais a cada dia que passa, por causa da atenção que o mundo está dando à área social. O que também contribui para isso é que os profissionais estão procurando cada vez mais se qualificarem na área, aumentando ainda mais a competitividade.

Onde um Assistente Social pode atuar

O profissional que está formado em Serviço Social pode atuar oferecendo assistência para pessoas que são marginalizadas, de uma forma direta; criando políticas para prestar assistência aos órgãos do governo e com a pesquisa e a criação de projetos que tenham como o foco a redução de problemas sociais.

O Assistente Social tem um papel muito importante no combate à desigualdade social que existe hoje em dia. Alguns setores são mais conhecidos por contratar profissionais dessa área como: Centros de saúde, creches, escolas e universidades, entidades que sejam filantrópicas, sindicatos, presídios e casas que trabalham com a recuperação de menores infratores. Além de hospitais e recursos humanos, setores novos para a assistência social.

 

        





Sem Comentários.

Deixe um Comentário