Vagas na Paraíba (PB) – Concurso para Médicos

De acordo com informações divulgadas referentes ao processo de seleção do Concurso para Médicos do estado da Paraíba, onde seria realizado um processos de seleção com mais de 259 vagas para preenchimento, apenas 30 pessoas se interessaram as oportunidades. De acordo com as informações passadas, o processo de seleção simplificado foi lançado através do Diário Oficial do Estado, e a publicação do resultado ocorreu na última quarta feira dia 24. De acordo com as informações divulgadas pelo sindicato dos médicos, a baixa procura se deu devido aos valores baixos oferecidos inferiores ao piso nacional da categoria, e os 30 candidatos automaticamente foram classificados.

De acordo com os organizadores do processo em mais de 12 especialidades médicas não houveram interessados, para o total de 17 especialidades ofertadas. A contratação será realizada em um ano, podendo ser renovada pelo mesmo período. Foi publicada para suprir uma carência de profissionais após a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) este que definiu o fim dos contratos com cooperativas médicas com o Governo do Estado da Paraíba.

De acordo com o sindicato, os valores de salário oferecidos giram em torno de R$ 750 para plantões de 12 horas, o que daria em torno de R$ 4,5 mil semanais para 20 horas de trabalho por semana. O valor que é defendido pela Federação Nacional dos Médicos a Fenam é de R$ 9.833 para uma jornada de trabalho de 20 horas semanais

O correto seria oferecer o piso e realizar o concurso público, além de se rever o Plano de Cargos e Carreiras do Estado o chamado PCCR para os profissionais em áreas de saúde. Existe também uma grande carência no interior do estado de profissionais o que gera uma superlotação em João Pessoa e Campina Grande. Serão necessários o aumento de profissionais na área da saúde de modo geral.

Apenas um único anestesista se inscreveu e deverá ser alocado na escala de plantonistas do Hospital de Trauma de Campina Grande além disso outros 25 médicos da área aceitaram contratações individuais temporárias de 30 dias para não haver a interrupção de prestação de serviços, e a seleção será mantida em aberto até que exista o preenchimento das vagas.