4.100 vagas abertas pelo Ministério da Saúde – Confira aqui!

Visando aumentar sua equipe de profissionais para atender aos pacientes da COVID-19, o Ministério da Saúde contratará 4.100 pessoas nos próximos dias. Além de médicos, haverá a admissão de técnicos de Enfermagem, enfermeiros e outros que sejam indispensáveis para que os hospitais federais funcionem de modo mais eficiente.

Até o momento, as inscrições para as vagas ainda não estão abertas. Aliás, o governo federal nem mesmo liberou informações sobre salários e formas de seleção, apesar de ser certa a avaliação somente de currículo e título.

O que se sabe é que a contratação de temporário para o Ministério da Saúde está atrelada à situação de calamidade pública que o Brasil vive. Por isso, os profissionais da saúde terão contrato validado de acordo com esse período, sendo proibido que ele ultrapasse os 24 meses.

Apesar da grande necessidade de poupar dinheiro, o governo federal destacou que os 4.100 novos funcionários serão apenas substitutos de outros empregados. Cabe lembrar do alto número de pessoas afastadas em decorrência de integrarem o grupo de risco ou de estarem doentes.

Contratações de temporários serão apenas para hospitais federais

Todos os selecionados trabalharão nos hospitais federais do país, sendo alguns:

 

  • HFL – Hospital Federal da Lagoa;
  • HFA – Hospital Federal do Andaraí;
  • HFCF – Hospital Federal Cardoso Fontes;
  • HFSE – Hospital Federal dos Servidores do Estado;
  • INCA – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva;
  • HFB – Hospital Federal de Bonsucesso;
  • HFI – Hospital Federal de Ipanema;
  • INTO – Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia

 

Troca de ministro da Saúde pode afetar a contratação de temporários

A informação de que o Ministério da Saúde contrataria 4.100 profissionais foi anunciada quando Nelson Teich ainda estava à frente da pasta. Atualmente, quem comanda o ministério é o General Eduardo Pazuello e, apesar de ele ter sido empossado interinamente, o presidente Jair Bolsonaro já declarou que ele permanecerá na função.

Sempre que acontece a troca de liderança de um ministério, existe a chance de medidas já divulgadas serem canceladas. Entretanto, as 4.100 oportunidades temporárias seguem aguardando definição.




Comentar