Autorizado Concurso no Ministério da Integração – Mi – 2012

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão por meio de uma publicação feita no Diário Oficial da União, autorizou a realização do concurso para o Ministério da Integração, que tem por finalidade preencher 122 vagas que estão em aberto dentro da instituição.

Essas vagas serão referentes a cargos de nível médio e nível superior, sendo 33 vagas para cargo de assistente técnico administrativo, 85 para analista técnico administrativo e 4 para engenheiro.

Não foi informada a média salarial dos candidatos, com certeza essas informações serão apresentadas junto com o edital completo.

Concurso Ministério da Integração – Informações

Não foram confirmadas muitas informações sobre o concurso, porém como todos já devem estar cientes, o Ministério da Integração tem seis meses para apresentar o edital oficial. Esse é o tempo máximo oferecido pelo Ministério do Planejamento, para que a instituição cuide de todas as negociações referentes às licitações para base de preços cobrados pelas fundações, e assim escolhendo o melhor custo benefício para todo o Autorizado Concurso no Ministério da Integração - Mi - 2012projeto. Mesmo tendo o prazo máximo de 6 meses, a instituição acredita que com 4 meses já será apresentado o edital oficial para os candidatos.

Os candidatos de nível médio terão que passar por um pequeno treinamento para aprender um pouco mais sobre sua área de atuação. Já os profissionais de nível superior, já devem estar devidamente aptos a cumprir com suas funções dentro da instituição. Além disso, assim que for divulgado o resultado oficial da prova escrita, os candidatos de nível superior terão que passar por uma avaliação de títulos.

Essa avaliação será de caráter eliminatório e nos piores dos casos o candidato pode perder direito sobre seu concurso.

Lançamento do Edital

Como dito acima, o prazo para lançamento do edital será de seis meses no máximo.

Os candidatos que estiverem participando do concurso irão entrar em vagas ocupadas por profissionais terceirizados, esses profissionais atuam em desacordo com a legislação vigente, justamente por isso os concursados ocuparam essas vagas.

Segundo informações, não haverá formação de cadastro, a não ser que a instituição resolva abrir mais algumas vagas até o lançamento do edital.


 



Comentar