Calendário PIS PASEP 2020/2021 – Atualizado

O abono salarial referente a 2020 e 2021 já pode ser acessado pelos trabalhadores da iniciativa privada e pública, respectivamente. Trata-se de uma quantia que fica armazenada para que os trabalhadores retirem depois de cinco anos de serviço comprovado, independentemente de qual seja a empresa.

Os bancos têm os seus calendários de pagamento: quem tem PIS a receber deve contatar a Caixa Econômica Federal, enquanto os trabalhadores que têm PASEP para sacar podem buscar o Banco do Brasil. Para os saques, as pessoas em questão não precisam ter conta aberta e é possível retirar o dinheiro nos guichês das agências, com os documentos pessoais e trabalhistas.

No caso dos correntistas da Caixa e do BB, o PIS PASEP de 2020 e 2021 será depositado na conta de preferência. As datas de pagamento serão distribuídas entre junho de 2020 e junho de 2021 e os trabalhadores receberão com base em algumas características especiais.

Para o PASEP, o critério é o final da inscrição: se ele for 3, as datas de pagamento serão estabelecidas entre outubro deste ano e junho do ano que vem. Quem tem inscrição terminada em 8 ou 9 poderá receber os valores entre março deste ano e junho do ano que vem.

Quem tem de receber PIS precisa se atentar para o mês de nascimento. Para nascidos em agosto, por exemplo, o PIS terá as datas estabelecidas entre agosto deste ano e junho do ano que vem. Já os nascidos em janeiro terão de realizar os saques entre janeiro e junho do ano que vem.

Para a consulta do PIS 2020 e 2021, é só acessar aqui ou usar o aplicativo da Caixa; também pode se pode ligar para o banco no número 0800 726 0101. Para a consulta do PASEP de 2020 e 2021, é preciso acessar aqui ou recorrer ao app do Banco do Brasil.

Documentos

Os saques devem ser feitos com o cartão magnético e a senha; para os guichês, é preciso usar somente o documento oficial de identidade com foto e a senha bancária.




Comentar