CNH Social PB 2021 – Inscrições Abertas

Cidadãos paraibanos que precisam de uma Carteira Nacional de Habilitação sem todos os custos envolvidos com essa documentação podem aproveitar o edital da CNH Social de 2021.

O programa estadual tem a intenção de abater os valores referentes à emissão do documento, sendo destinado a pessoas com baixa renda.

O Diário Oficial do Estado foi usado pelo governo paraibano para avisar aos cidadãos, no dia 10, de que já seria possível participar do CNH Social 2021, além de citar todos os requisitos:

  • Ser alfabetizado
  • Morar no Estado da Paraíba
  • Ser maior de idade
  • Ter um CPF
  • Não ter obstáculos legais para que a carteira de habilitação seja concedida

As pessoas que quiserem a CNH Social 2021 têm de fazer a inscrição em http://habilitacaosocial.pb.gov.br/até 10 de maio, de maneira gratuita.

Clicando em “Inscreva-se aqui”, o interessado será redirecionado para uma sala de espera virtual. Assim que o sistema chegar à sua senha, o cidadão poderá realizar o seu pedido para a carteira de habilitação social.

Ao ser selecionado, o cidadão paga substancialmente menos em todas as etapas da emissão da CNH, como aulas, mudança de categoria, exame psicotécnico, renovação de carteira de habilitação, etc.

O resultado sobre as pessoas que poderão fazer a sua CNH Social em Pernambuco será liberado em 30 de julho. 

Entregadores também são alvo da CNH Social da Paraíba

Espera-se que a CNH Social da Paraíba facilite as condições de trabalho regularizado especialmente para os entregadores de aplicativo.

Por causa da pandemia, muitas pessoas estão migrando para o trabalho com delivery, mas nem todos conseguem providenciar a carteira de habilitação para ter a chance de trabalhar.

Desse modo, o CNH Social da Paraíba garante a essas pessoas a possibilidade de ter os documentos necessários para conduzir a motocicleta e poder realizar o delivery. 

Vagas serão primeiro para grupos específicos

O governo da Paraíba vai oferecer a CNH Social primeiramente para pessoas de grupos específicos:

  • Pessoas portadoras de deficiência
  • Vítimas de violência doméstica
  • Beneficiários do Bolsa Família
  • Estudantes do ensino médio
  • Integrantes de programas sociais