NotíciasProgramas sociais

Combate ao câncer de mama: Bolsa Família pode ajudar

O Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde (Cidacs), da Fiocruz Bahia, recentemente lançou um estudo inovador revelando o impacto do programa Bolsa Família na prevenção do câncer de mama entre as mulheres. A pesquisa apontou que mulheres que vivem em regiões com alta segregação de renda e sem acesso ao programa Bolsa Família têm 17% mais chances de desenvolver câncer de mama comparado às beneficiárias do programa.

Além de oferecer ajuda financeira, o Bolsa Família também contribui para a prevenção do câncer de mama, especialmente em territórios de alta vulnerabilidade econômica. Essa conclusão foi baseada na análise de dados de 20 milhões de mulheres brasileiras com idade entre 18 e 100 anos.

A pesquisa também destacou que o local de residência das mulheres, mais especificamente áreas com alta segregação de renda, interfere nos resultados. Mesmo beneficiárias do Bolsa Família possuem 13% mais chances de desenvolver a doença se residem em áreas com alta segregação de renda.

Portanto, o acesso ao benefício do Bolsa Família e a existência de menos desigualdade de renda em seu local de moradia são dois fatores sociais que podem reduzir o risco de câncer de mama.

Além da distribuição de renda, o governo brasileiro afirma que o programa Bolsa Família objetiva incluir os beneficiários em outras políticas públicas, como saúde e educação. O Bolsa Família também exige o cumprimento de algumas “condicionalidades”, como atendimento pré-natal para gestantes e acompanhamento da nutrição infantil, promovendo, dessa forma, a saúde e a educação.

Dados de 2023 indicam que a grande maioria (81,2%) dos beneficiários do Bolsa Família são mulheres. Nesse contexto, o programa também investiu mais de R$ 10 bilhões em cotas extras para crianças e gestantes no ano passado.

Calendário de pagamentos do Bolsa Família em fevereiro

Os pagamentos das parcelas de fevereiro do Bolsa Família serão realizados junto com os do Auxílio Gás e de acordo com o último dígito do NIS de cada beneficiário. Confira:

  • NIS de final 1 – 16 de fevereiro;
  • NIS de final 2 – 19 de fevereiro;
  • NIS de final 3 – 20 de fevereiro;
  • NIS de final 4 – 21 de fevereiro;
  • NIS de final 5 – 22 de fevereiro;
  • NIS de final 6 – 23 de fevereiro;
  • NIS de final 7 – 26 de fevereiro;
  • NIS de final 8 – 27 de fevereiro;
  • NIS de final 9 – 28 de fevereiro;
  • NIS de final 0 – 29 de fevereiro.

Para receber o benefício, a principal regra é a renda per capita, que significa quanto você e sua família ganham por mês dividido pelo número de pessoas da família. Se a renda mensal per capita for de até R$ 218 (situação de pobreza), a entrada no Programa Bolsa Família pode acontecer.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo