Como deve ser a foto do currículo?

Muitos trabalhadores colocam fotos em seus currículos, lembrando que essa é uma exigência, às vezes, do próprio gestor. Na realidade, a foto não serve para que a empresa escolha o profissional mais bonito, mas sim para avaliar o bom senso dos inscritos: a foto que eles escolhem para o seu currículo diz muito sobre a sua postura.

Fotos com apelo sensual não são bem vindas

É claro que nenhum candidato tende a colocar uma foto na qual esteja fazendo uma pose sensual, mas decotes profundos podem trazer uma aura sexy que não é bem vista. Vale dizer que até os homens podem se prejudicar nesse quesito, já que estão na moda as camisetas com decote em V para esse público.

Não é necessário estar com uma roupa social ou fechada até o pescoço: contudo, a foto do currículo precisa ser sóbria, ou seja, deve-se estar com uma peça que poderia ser utilizada no ambiente de trabalho.

Escolher bem o ambiente

Quando se observa uma foto, a atenção não fica apenas na pessoa retratada, mas também no ambiente. Por causa disso, a foto do currículo deve ser tirada em um espaço organizado, tendo como fundo uma parede, uma estante, etc. Também é possível usar uma foto que tenha sido tirada ao ar livre, mas tomando cuidado para que não haja terceiros no fundo.

É preciso estruturar a iluminação da foto: é necessário que ela seja suficientemente clara e que se evite sombras no rosto. As empresas não pedem que a foto do currículo seja de muita qualidade: o candidato pode fazê-la com a câmera que tiver, desde que ela esteja minimamente nítida e iluminada.

Sorrir

A foto para o currículo não precisa ser absurdamente séria: às vezes, os candidatos podem confundir esse tipo de foto com foto de documento. É válido que o profissional demonstre simpatia no registro: pode ser um sorriso aberto ou mais contido, mas é muito melhor um semblante agradável do que uma face carrancuda que o gestor pode não querer ao vivo na empresa.




Comentar