Como encontrar concursos públicos menos concorridos? Dicas

Quem presta concurso público costuma se preparar para concorrer com muitas pessoas por uma única vaga no funcionalismo. Entretanto, é possível fugir disso: existem concursos menos concorridos e, prestando-os, a chance de nomeação sobe bastante porque há menos interessados. Saiba algumas dicas para identificar esse tipo de edital.

Escolher órgãos menos visados

É conhecido que há instituições públicas com mais visibilidade, como a Polícia Federal, os tribunais de conta, secretarias estaduais de educação, etc. Por isso, quem quer um concurso público menos concorrido deve dar preferência a instituições como câmara municipal, administração de hospitais, conselhos de profissionais, etc.

Apostar em concursos com menos vagas abertas

Muitas pessoas desistem do certame quando veem que há apenas dez vagas, por exemplo. A ideia desses candidatos é que não vale a pena se inscrever porque a concorrência é muito grande, mas acaba ocorrendo o contrário: como muitas pessoas não se inscrevem, há menos gente a ultrapassar.

Não se focar apenas nas capitais

É claro que trabalhar nas capitais é ótimo por causa da facilidade de locomoção e pelo conforto de uma metrópole, mas é muito indicado tentar concursos em cidades mais afastadas. Os concurseiros devem calcular quanto tempo e dinheiro gastariam mensalmente e consultar se o edital inclui auxílio transporte ou combustível.

Procurar por bancas organizadoras menos tradicionais

Há organizadoras de concurso que sempre se responsabilizam por certames de grande concorrência, como a VUNESP e a CESPE. Em contrapartida, existem bancas que muitos concurseiros nem mesmo conhecem e é por isso que os seus concursos são menos concorridos. Uma forma de se encontrar essas bancas é acessando os sites especializados e abrir todas as notícias, consultando a organizadora para ver se é famosa ou não.

Alguns órgãos com menos concorrência

Dentre as opções de concursos com menos inscritos, encontra-se:

 

  • Agência Nacional de Cinema (ANCINE);
  • Fundação Biblioteca Nacional;
  • Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES);
  • Companhia Nacional do Abastecimento (CONAB);
  • Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP);
  • Defensoria Pública da União (DPU);
  • Agência Nacional de Águas (ANA).



Comentar