Como fazer a declaração do imposto de renda IR em 2020?

A declaração de imposto de renda de 2020 acontecerá no primeiro semestre do ano, como é de praxe, e vale a pena já compreender quem precisa fazê-la e como. Afinal, problemas com a Receita Federal podem gerar diversos transtornos para pessoas jurídicas e pessoas físicas, como impossibilidade de concorrer em licitações e altas multas.

Quando a declaração de imposto de renda é obrigatória?

Basicamente, o cidadão tem de declarar o imposto quando ultrapassa determinada quantia de ganhos no ano; entretanto, essa quantia não é a mesma para todo mundo. No caso dos rendimentos não tributáveis, é preciso que eles estejam acima de R$ 40.000,00 no ano de referência. Já com relação aos rendimentos tributáveis, a declaração é exigida a partir dos R$ 28.559,70.

Vale dizer que os rendimentos não precisam ser especificamente de salários e ganhos por empreendimento: quem investe, em qualquer estilo que seja, também deve declarar quanto obteve de rendimento. Isso vale para quem aplicou até em Home Broker, não importa a quantia.

Os trabalhadores rurais não têm dispensa da declaração de imposto de renda, mas ela é necessária apenas se o lucro do ano ultrapassar os R$ 128.308,50.

Como declarar o imposto de renda em 2020

Para ser possível preparar e enviar a declaração de imposto de renda, é necessário usar um programa específico oferecido de graça pela Receita Federal. Depois de instalado, este apresentará diversos formulários nos quais e deverá colocar as informações da renda do ano.

Há a possibilidade de salvar o formulário semipreenchido para continuar depois, caso seja necessário procurar por algum comprovante de renda ou demais informações. Além disso, as declarações de impostos ficam separadas por CPF, ou seja, o mesmo programa serve para declarar IR de várias pessoas.

O programa costuma ser liberado aqui: http://receita.economia.gov.br/interface/cidadao/irpf/2019/download. Entretanto, é necessário prestar atenção a eventuais mudanças na versão para 2020, bem como alterações nos valores que obrigam a contribuinte a declarar o imposto. Para acessar todas as dicas da Receita Federal, é só clicar em “Orientações”.




Comentar