Notícias

Como fazer a perícia do INSS em 2024: passo a passo

O auxílio-doença trata-se de um benefício previdenciário essencial, destinado para amparar trabalhadores que, por razões de saúde, encontram-se temporariamente incapazes de exercer suas atividades laborais.

Este auxílio, garantido pela Previdência Social, é um direito de todo trabalhador filiado ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que, após perícia médica, comprovem a incapacidade para o trabalho devido a condições de saúde adversas.

A importância deste benefício é imensurável para o trabalhador brasileiro. Ele não só representa uma segurança financeira em momentos de vulnerabilidade devida a doenças ou acidentes, mas também garante que o indivíduo possa se dedicar integralmente ao seu processo de recuperação, sem as preocupações adicionais que a perda de renda poderia acarretar. O aporte é crucial para a manutenção da dignidade e estabilidade do trabalhador e de sua família durante períodos desafiadores.

Saiba como solicitar o auxílio-doença

Solicitar o auxílio-doença é um processo que requer atenção aos detalhes e cumprimentos de algumas etapas específicas. Para te ajudar nisso, separamos um breve passo a passo, juntamente com a documentação necessária e dicas práticas para facilitar o processo:

  • 1. Reúna a documentação necessária: isso inclui seu documentos de identificação com foto, CPF, carteira de trabalho, últimos contracheques e, crucialmente, o atestado médico detalhado, indicando o período estimado de repouso necessário;
  • 2. Agendamento da perícia médica: a solicitação do auxílio-doença começa com o agendamento de uma perícia médica junto ao INSS. Isso pode ser feito pelo telefone 135 ou pelo site/aplicativo “Meu INSS”. Durante o agendamento, escolha a data, horário e local mais convenientes para a realização da perícia;
  • 3. Realize o pedido online: no portal “Meu INSS”, complete o requerimento do auxílio-doença. Você precisará preencher um formulário eletrônico com suas informações pessoais e de saúde;
  • 4. Compareça à perícia médica: no dia agendado, compareça à perícia com todos os documentos e exames médicos que comprovem sua condição de saúde. É fundamental chegar no horário marcado e com toda a documentação;
  • 5. Aguarde a análise: após a perícia, o resultado será analisado pelo INSS, que decidirá pela concessão ou não do benefício.

Documentação necessária

  • 1. Documento de identificação oficial com foto (RG ou CNH, por exemplo);
  • 2. CPF;
  • 3. Carteira de Trabalho ou últimos contracheques;
  • 4. Atestado médico detalhado, com a Classificação Internacional de Doenças (CID);
  • 5. Exames médicos que comprovem a condição de saúde;
  • 6. Número do Benefício (NB), se já for segurado do INSS.

Dicas práticas

  • 1. Antecedência: inicie o processo o mais rápido possível após a constatação da incapacidade para o trabalho;
  • 2. Atestado médico: certifique-se de que o atestado médico esteja completo, com a descrição da condição médica, o CID e o período de repouso recomendado;
  • 3. Organização dos documentos: mantenha todos os seus documentos e exames organizados e de fácil acesso para o dia da perícia;
  • 4. Informações atualizadas: assegura-se de que suas informações pessoais e de contato estejam em dia no sistema do INSS.

Bruno Gama

Jornalista do Vagas Abertas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo