Como fazer Currículo lattes – Modelos, Preencher

Apesar de os currículos serem documentos com os quais os cidadãos têm se familiarizado cedo, existe uma espécie específica de currículos que são preparados mais pelos profissionais acadêmicos: é o currículo Lattes.

O nome “Lattes” é porque esse currículo não é feito considerando o modelo que o profissional escolher: existe uma plataforma, que tem o nome de Lattes, com a qual os dados são dispostos para que esse currículo específico seja preparado. Porém, há modelos relacionados aos currículos Lattes e o mais importante é que os profissionais compreendam como preencher.

Para que serve o currículo Lattes?

A funcionalidade que o currículo Lattes tem não é apenas relacionada à candidatura profissional, mas também às candidaturas para estudos: alguns programas governamentais para a pós-graduação usam o currículo Lattes como uma maneira de estabelecer quem pode ser graduando com aquela bolsa.

 

Como fazer o currículo Lattes?

Como em outra plataformas de recrutamento, aqueles que criam o currículo Lattes precisam colocar as informações pessoais, sendo esse o começo do cadastro. Porém, a plataforma Lattes pedirá a criação de um login e é recomendado que o profissional selecionem um e-mail usual, além de uma senha que ele realmente não vá perder.

Depois que o login da plataforma Lattes é conseguido, os profissionais verão muitas páginas  e eles precisarão inserir as formações acadêmicas. Apesar de existir espaço para que a formação profissional seja posta, o foco do currículo Lattes é o desenvolvimento acadêmico.

 

O que pode ser um diferencial para os cadastrados no Lattes?

Importante que os que se cadastram na plataforma Lattes tenham os certificados e também os diplomas, uma vez que, quando eles adicionam as formações na plataforma, pode ser pedido scaneamento deles para a comprovação.

Também é importante que os profissionais que vão para a plataforma Lattes mostrem projetos: o destaque no segmento acadêmico é muito relevante para os que selecionam trabalhadores com o Lattes e também para as instituições que admitem pós-graduandos. Uma recomendação é que os que usam a plataforma Lattes atentem para onde colocar as informações.


 



37 Comentários

  1. Alex
  2. valeria cristiane da silv