Como investir em fundos imobiliários? – FIIs

As pessoas que têm dinheiro para investir costumam receber como dica o mercado imobiliário, mas nem sempre é preciso adquirir algum imóvel para fazer esse tipo de investimento. Uma boa opção é recorrer aos Fundos de Investimento Imobiliários ou FII, que é mais acessível.

Quando se fala em “fundos de investimentos”, fala-se em um grupo de pessoas que deseja comprar ações nesse setor. Existirá um intermediador que aplicará todas as ações dessas pessoas, pensando em quanto elas poderão se valorizar e quais são os ganhos possíveis em caso de uma venda.

O Fundos de Investimentos Imobiliários apresentam boa lucratividade e é uma forma considerada segura de aplicar dinheiro. Além disso, o FII é bem conhecido e, assim, está disponível na maioria das corretoras de ações.

Quanto investir em FII?

A quantia que é investida em Fundos de Investimento Imobiliário depende da situação financeira de cada um, mas não é necessário um montante muito alto. Outro fator de variação é a corretora de ações escolhida, já que cada uma apresenta a sua taxa de corretagem.

A respeito da sua rentabilidade, ela também depende de qual Fundo de Investimento Imobiliário foi feito, já que ele tem subtipos. O que mais oferece lucro é o chamado FIGS11, com o qual o investidor pode lucrar mais de 60% por ano. Já o FII que tem menos lucro anual (na faixa de 19%) é o MXRF11. Entre esses dois, há taxas de lucro de 25% e de 28%.

Cuidados ao investir em Fundos de Investimentos Imobiliários – FII

O investimento em fundos imobiliários é bem atraente para quem deseja multiplicar o seu dinheiro e há facilidade em encontrar corretores. Entretanto, é preciso domar a empolgação e avaliar algumas coisas, como a credibilidade da corretora.

É verdade que os bancos podem ter uma taxa mais alta, mas podem ser considerados mais seguros para fazer investimentos. Além disso, deve-se perguntar claramente a perspectiva de lucro, se há algum tipo de seguro, etc. O melhor é fazer o orçamento de corretagem em vários bancos.






Comentar