Como montar um serviço de transporte escolar?

Com as pessoas cada vez mais ocupadas e o mundo sempre mais perigoso, o transporte escolar é um setor com bastante espaço. Isso porque há muitas escolas particulares, além das públicas, e porque a maioria dos mais não consegue levar e buscar os seus filhos porque também têm de trabalhar.

Quem escolhe trabalhar com transporte escolar costuma ter bastante cliente, mas é necessário conhecer as regras para conduzir esse tipo de veículo e pensar em todos os quesitos para que as crianças e adolescentes tenham segurança.

Primeiro passo: habilitação adequada

Para dirigir o transporte escolar, é obrigatório ter CNH na categoria D e o condutor precisa ter 21 anos mínimos. Também não basta ter a habilitação: é necessário um curso especial cujas temáticas incluem Direção Defensiva, Relacionamento Interpessoal, Legislação do Trânsito e Noções de Respeito ao Meio Ambiente e Primeiros Socorros. As informações sobre o curso devem ser solicitadas no Centro de Formação de Condutores (CFC) mais próximo.

Segundo passo: veículo adequado

Antigamente, os motoristas desse tipo usavam a perua escolar; hoje, é mais comum usar o termo minivan escolar. O importante realmente é que ela tenha cinto de segurança em todos os bancos, extintor de incêndio e que esteja com a vistoria em dia.

Antes de começar a transportar os estudantes, é fundamental conferir se o veículo tem tacógrafo, providenciar a pintura externa de acordo com as regras do Código Brasileiro de Trânsito (artigo 136) e emitir uma placa vermelha.

Terceiro passo: ter um assistente de confiança

O motorista do transporte escolar necessita de uma pessoa de confiança que fique sentada com as crianças, ajudando-as a subir e a descer do veículo e garantindo que todas estejam sentadas e com os cintos afivelados. É importante que seja alguém que possua paciência com as crianças, mas que também tenha autoridade para mantê-las em segurança.

Quarto passo: divulgação

Vale pedir parcerias às escolas particulares, usar as redes sociais, etc. Quanto mais bairros o transporte escolar atender, mais possibilidades de negócios.






Comentar