Como pausar as prestações do imóvel e carro por 60 dias?

A situação financeira de milhões de pessoas está abalada por causa da pandemia e da necessidade que ela criou de ficar em casa. Com isso, profissionais liberais estão trabalhando em ritmo reduzido (quando conseguem fazer isso) e muitos funcionários registrados estão passando por redução de jornada e de salário.

Nesse momento, as prestações do imóvel ou do carro podem tirar o sono, mas é possível “jogar” o pagamento desses débitos para daqui dois meses. Caso o cliente opte por isso, ele não precisará pagar depois duas parcelas no mesmo mês: o sistema de cobrança continuará sendo uma parcela mensal, fazendo com que o financiamento em questão acabe um pouco mais tarde.

Requisição da pausa deve ser por telefone ou por meios eletrônicos

Além de pausar as cobranças de parcelas, os bancos também estão melhorando seus canais de atendimento eletrônico para evitar que as pessoas tenham de ir às agências. Isso inclui quem tem financiamento e quer jogar duas parcelas para frente: é só ligar para o serviço bancário e fazer o pedido.

Uma alternativa é pedir a pausa do financiamento usando o Internet Banking e os caixas eletrônicos. Cabe ressaltar que não são todos os bancos que estão oferecendo essa facilidade, mas os de mais expressividade, sim. Isso inclui Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Itaú e Caixa Econômica Federal.

Quem está com o financiamento atrasado pode pedir o adiamento?

Um medo específico é compartilhado por quem já atrasou uma parcela: será que o banco concederá o adiamento das parcelas seguintes mesmo assim? A resposta é “sim” para quem é cliente da Caixa Econômica Federal: o adiamento será permitido para quem deixou de pagar um máximo de duas parcelas.

Infelizmente, os outros bancos não estão fazendo o mesmo: se o financiamento já está atrasado, o cliente não pode pedir o adiamento das parcelas seguintes. Ainda assim, as instituições bancárias estão empenhadas em colaborar com os seus correntistas nessa pandemia e quem atrasou o financiamento deve falar com seu gerente para tentar outras possibilidades.




Comentar