Como regularizar o CPF para fazer cadastro no auxílio emergencial de R$ 600?

Milhões de pessoas estão esbarrando em um problema em comum quando tentam pedir seu auxílio emergencial de R$ 600: a irregularidade no CPF. Por diversas razões, o documento pode aparecer na base da Receita Federal como “irregular” e, nesses casos, a Caixa Econômica Federal não aceita a solicitação de auxílio.

Desde que foi publicada essa obrigatoriedade, muita gente fez fila nas agências da Receita Federal para fazer a devida regularização e, para evitar que isso se repetisse, o governo federal passou a permitir o processo pela Internet. Inclusive, a regularização do CPF é de graça.

Quem precisar, deve acessar https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/regularizar/Default.asp e preencher toda a ficha de regularização. Ao final, é só clicar em “Enviar” e esperar que a Receita Federal dê informações sobre quando o documento estará regular de fato.

É importante reforçar que o formulário acima é fácil de ser preenchido e que só se deve ir a uma agência da Receita Federal quando houver estrita necessidade.

Como funciona o auxílio emergencial de R$ 600

O auxílio será de R$ 600 para pessoas que estão desempregadas, são trabalhadores informais e a família tem renda mensal de até R$ 1.135,00. Contudo, as mães de família que atenderem a esses mesmos critérios receberão R$ 1.200,00.

É preciso usar o aplicativo Caixa Auxílio Emergencial para fazer o pedido e ele, teoricamente, leva até 72h para ser analisado. Porém, vale dizer que há pessoas que estão aguardando a análise do pedido de auxílio há duas semanas.

O pagamento do auxílio emergencial acontecerá em três parcelas que tendem a ser depositadas integralmente até o final de maio. Boa parte das pessoas que têm direito já receberam a quantia em suas poupanças sociais da Caixa ou contas corrente.

Para a abertura da Poupança Social Digital da Caixa, deve-se acessar http://www.caixa.gov.br/voce/poupanca-e-investimentos/poupanca-social-digital/Paginas/default.aspx. Lá é possível ver um vídeo tutorial com as etapas para abrir a conta no aplicativo Caixa Tem.

Com essa Poupança Social Digital, o beneficiário do auxílio emergencial não paga taxas mensais.




Comentar