Como responder qual meu defeito em uma entrevista de emprego?

É normal que as perguntas feitas em entrevistas de emprego tragam um pouco de desconforto aos candidatos. Afinal, eles sabem que suas respostas estão diretamente ligadas às maiores ou menores probabilidades de conseguir a vaga em questão.

Contudo, dentre todas as perguntas feitas pelos recrutadores em uma entrevista, existe uma que deixa a maioria dos candidatos ainda mais perdida: é a famosa “qual é o seu maior defeito?”.

Muitos profissionais em busca de uma chance não têm a menor ideia de como podem dar uma resposta satisfatória e que seja considerada boa pelo recrutador e, com isso, ficar com o cargo em questão.

Felizmente, existem certos cuidados que fazem com que a resposta para “qual é o seu maior defeito” acabe por favorecer ao candidato.

 

Por que os recrutadores fazem essa pergunta?

 

Na realidade, os recrutadores têm consciência de que os candidatos, geralmente, não vão dizer os seus piores defeitos e sim procurar uma resposta que seja considerada segura.

No entanto, eles usam essa pergunta como uma espécie de teste a fim de avaliar a personalidade desses candidatos. Afinal, esse tipo de análise se tornou mais corriqueira no setor de Recursos Humanos.

 

O que se deve responder?

 

É importante que o candidato pense no seu defeito relacionado ao mundo corporativo. O fato de ele não gostar de conversar assim que acorda, por exemplo, não é um defeito relevante porque os seus colegas de trabalho não acordarão junto a ele.

Por isso, é importante ter como parâmetro sempre o que pode afetar a sua relação dentro do ambiente de trabalho.

Sendo assim, algumas das opções mais adequadas são as falhas eventuais na memória, a ansiedade, o fato de não se sentir confortável ao ser exposto em frente aos colegas (como em uma reunião, por exemplo).

No entanto, há ainda mais um truque: o recrutador considera muito importante saber que o candidato tem interesse em contornar esse seu maior defeito. Por isso, é indicado dizer o que se faz para que ele não seja um problema.