Como saber se vou ser demitido? O que fazer?

O medo da demissão fica sempre latente nos trabalhadores: a qualquer alteração na forma de ser tratado ou nos lucros da empresa, esse medo fica mais forte.

Há casos em que ele pode estar mesmo à vista e, para quem está se perguntando “como saber se vou ser demitido?”, abaixo estão alguns indicadores.

1 – Não ser mais tão requisitado: caso o profissional deixe de ficar sabendo sobre determinadas ações da empresa, é possível que os patrões já estejam ensaiando um desligamento;

2 – Má relação com os superiores: se fica claro que os chefes estão sendo mais rudes do que eram anteriormente, significa um sinal de alerta. Isso é especialmente representativo quando havia um clima mais próximo entre os superiores e esse funcionário;

3 – Problemas com os colegas: os indicadores são bem parecidos com os do item acima, mas a respeito dos colegas. As empresas costumam valorizar muito a união da equipe e, ao perceber que um dos colaboradores “não se encaixa”, é bem provável que ele seja dispensado;

4 – Não haver reconhecimento: elogios não têm de acontecer o tempo todo, mas quando faz tempo que não existe nenhum elogio, o candidato deve considerar se o seu trabalho está mesmo bom. Se essa falta de elogio se somar a outras circunstâncias, é possível que seja um sinal do término do vinculo profissional;

5 – Erros que dão prejuízo: qualquer colaborador está sujeito a errar, mas a empresa precisa de boa imagem e de lucro. Quando o erro do funcionário implica em consequências sérias nesses dois campos, deve-se ficar em alerta;

6 – Chefes que “escondem” informações: isso é preocupante quando há reestruturação dentro da empresa e, normalmente, refere-se a mais de um funcionário. Se determinado departamento não recebeu atualizações sobre como a empresa funcionará, há a chance de ele ser extinto.

O que fazer?

A primeira atitude do trabalhador deve ser a de começar a procurar outras oportunidades e, se quiser, pode até conversar com o seu superior e perguntar sobre a sua condição.


 




Comentar