Como se tornar entregador do Rappi?

As soluções de delivery estão cada vez mais variadas e um dos serviços que se tornaram bem conhecidos é o Rappi. Trata-se de um aplicativo de entrega que serve não somente para fast food, mas para muitos tipos de mercadorias: dá até para ”encomendar” compras de mercado com esse app.

Além de tornar a vida dos consumidores bem mais simples, esse tipo de serviço também abre chances de trabalho: quem tem um veículo pode se tornar um entregador, por exemplo. Por isso, vale a pena aprender como se tornar entregador Rappi.

Como ser entregador

Para fazer entregas com o Rappi, o interessado tem de se cadastrar no próprio aplicativo, que é encontrado no Google Play Store e na Apple Store. Nesse cadastro, o aplicativo solicitará os documentos pessoais, especialmente a carteira de motorista, e a comprovação de que o veículo está com os documentos regulares e em boas condições.

Inclusive, não é obrigatório ter moto para ser um entregador: os interessados podem se cadastrar mesmo que tiverem carro ou bicicleta. O importante, é claro, é que essas pessoas tenham 18 anos ou mais.

Como é a rotina de um entregador Rappi

A rotina de um entregador Rappi é bem parecida com a rotina de um motorista do Uber. Isso quer dizer que ele fica disponível apenas quando quiser e que não precisa fazer todas as entregas: apenas aquelas que ele julgar vantajosas. Com isso, o entregador do Rappi tem bastante autonomia e podem desenvolver essa atividade apenas em horários livres.

Vale a pena ser um entregador Rappi?

Trabalhar realizando entregas desse aplicativo pode gerar bastante lucro, dependendo da quantidade de horas que a pessoa cadastrada esteja disponível. Ressalta-se que o lucro mínimo por cada cliente chega perto dos R$ 7,00: quanto mais distante for a entrega, maior é o valor que esse entregador Rappi recebe.

Cabe salientar que os entregadores desse app também podem trabalhar simultaneamente em outras plataformas do mesmo tipo, tais como o Uber Eats e o iFood.




Comentar