Como ser voluntário e ajudar no COVID 19 – ONGS

Desde quando a primeira onda da COVID-19 surgiu, no começo de 2020, as ONGs se mobilizaram para assegurar que a maioria das pessoas mais carentes fosse assistida.

Em muitos casos, até mesmo pessoas que tinham uma condição confortável de vida precisaram da ajuda das organizações não-governamentais por causa da quantidade enorme de desempregados devido à pandemia.

Além de tudo, a escassez de materiais de higiene pessoal em muitas comunidades também era algo que preocupava as ONGs: afinal, como as pessoas iriam se proteger das contaminações e até evitar que a COVID-19 se multiplicasse?

Agora, nesse momento ainda mais intenso da pandemia, depois de uma redução considerável das contaminações entre agosto e dezembro de 2020, as doações estão ficando cada vez mais escassas, bem como a presença de voluntários.

Ao mesmo tempo, é muito importante que mais pessoas se tornem voluntárias e que façam doações, que não precisam ser em dinheiro: podem ser em produtos de limpeza, de higiene pessoal, de proteção (como máscaras) e alimentos.

 

Como ser voluntário ou doar

A melhor maneira é entrar em contato com as ONGs informando sobre a vontade de ser voluntário ou avisando que há doações: muitas vezes, as organizações não-governamentais destacam pessoas para ir busca-las na residência da pessoa em questão.

Vale dizer que os voluntários podem ter tarefas diferentes, de acordo com o trabalho da ONG:

  • Levar as doações
  • Ensinar às pessoas sobre o uso da máscara
  • Fazer contato a fim de que haja ainda mais doações
  • Auxiliar a viabilidade da educação à distância

A seguir, algumas das ONGs que estão ajudando pessoas prejudicadas pela COVID-19 e a forma como se pode fazer contato: