Como vender Hinode para colega de trabalho

Vender produtos cosméticos da Hinode é uma forma bem popular de os trabalhadores aumentarem a sua renda. Como a marca tem itens masculinos e femininos, os seus revendedores têm a opção de atender a um grande público e reforçar o orçamento no final do mês.

Muitas pessoas optam por fazer essas vendas no trabalho, para os seus colegas. Porém, vender Hinode para colegas de trabalho exige certo cuidado para que a pessoa não se prejudique com o seu empregador.

Não “perseguir” os colegas para fazer as vendas

Não se deve ficar perseguindo os colegas de trabalho, oferecendo toda hora produtos ou cobrando se eles não vão dar uma olhada no catálogo.

Esse tipo de postura cria uma imagem bem ruim para quem está vendendo Hinode e é melhor, portanto, simplesmente deixá-los ciente de que se tem os produtos da marca e comunicar, de vez em quando, que há novas linhas disponíveis.

Não deixar que a revenda atrapalhe o expediente

A principal atividade do colaborador no expediente tem de ser a sua função na empresa. Por isso, ele não deve se dedicar em excesso às revendas: ele pode cuidar dessa atividade no seu horário de almoço ou chegar mais cedo para fazer a entrega dos produtos que tenham chegado.

Usar os produtos da Hinode

É claro que o revendedor não é obrigado a usar apenas as coisas da marca Hinode, mas usar uma maquiagem, um perfume e comentar que se trata de um produto disponível para venda é uma excelente estratégia.

Aproveitar as redes sociais

Os colegas de trabalho costumam ter um ao outro em suas redes sociais e é importante aproveitar essa oportunidade. Dessa forma, postar os novos produtos no Facebook, no status do WhatsApp e no Instagram é muito importante.

Fundamental: pedir autorização ao chefe

Antes de sequer começar a fazer uma venda de Hinode, é primordial conversar com o chefe e pedir a autorização deste. Se possível, recomenda-se pedir que ele redija essa autorização, mesmo que à mão, e assine.






Comentar