Concurso ESA 1.100 Vagas para 2021 – Inscrições

A Escola de Sargentos das Armas (ESA), instituição pertencente às Forças Armadas Brasileiras, está com 1.100 oportunidades para sargentos.

Porém, os aprovados nas etapas do certame ingressarão primeiramente em um Curso de Formação, que também é considerado eliminatório.

As vagas serão para sargento, mas em três setores: Saúde, Exército ou Música. Após serem incluídos definitivamente nas Forças Armadas, os novos sargentos receberão R$ 3.825,00.

A maioria das oportunidades são para sargento geral (1.000); além disso, haverá 55 oportunidades para o segmento de Saúde e mais 45 para o de Música.

 

Requisitos Concurso ESA 1.100 Vagas para 2021

Todos os possíveis sargentos precisam ter ensino médio completo, destacando que o certificado tem de ser aceito pelo Ministério da Educação.

As mulheres não podem ter altura inferior a 1,55m e os homens, por outro lado, não podem medir menos de 1,60m.

É necessário não ter pendências com o serviço militar e possuir idade entre 17 e 24 anos. Além disso, é obrigatório estar com o título regularizado frente à Justiça Eleitoral.

 

Etapas Concurso ESA 1.100 Vagas para 2021

Os candidatos a sargentos, independentemente do setor, realizarão uma produção de texto, além de exame de aptidão física, de exame intelectual, de inspeção de saúde e ainda de exame de habilitação musical (exclusivo para quem quiser ser sargento músico).

Destaca-se que o exame intelectual nada mais é do que a prova de múltipla escolha, que a Escola de Sargentos das Armas pretende realizar em 3 de outubro, nas cinco regiões.

Edital Concurso ESA 1.100 Vagas para 2021

O edital para o concurso da Escola de Sargentos das Armas pode ser consultado acessando http://www.esa.ensino.eb.br/.

Inscrições Concurso ESA 1.100 Vagas para 2021

É necessário fazer a inscrição para a ESA usando o link acima até 4 de maio. Os participantes terão de pagar uma taxa de R$ 95,00, mas pessoas que comprovarem a sua baixa renda são dispensadas.

Para tanto, deve-se consultar o endereço para o qual os comprovantes de renda da família devem ser mandados.