Concurso Polícia Militar  Mato Grosso do Sul PM-MS – Edital e Inscrição

Novos 438 servidores serão integrados à Polícia Militar do Estado do Mato Grosso do Sul(PM MS) no ano de 2018. Seu concurso será feito pela Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura do Mato Grosso do Sul (FAPEMS), existindo cotas para os índios e para as pessoas negras.

Esse certame é para o Curso de Formação, sendo ele de Oficiais e também de Soldados, com a maioria das colocações (para as duas posições), sendo para os homens.

Os requisitos para os concurseiros interessados em ser oficiais no MS são ter bacharelado em Direito, não ter mais que 30 anos, ter carteira de nacional de habilitação entre categoria B e superiores, ter ao menos 18 anos e outros. No caso dos soldados, os requisitos são iguais, mas a PM do Mato Grosso do Sul requisita o ensino médio.

Nas provas objetivas, a FAPEMS pedirá Legislação Específica, Conhecimentos Gerais, Língua Portuguesa, Noções de Informática e Matemática; para os oficiais, essas provas terão temas extras. Além dessas etapas, os candidatos à PM sul-mato-grossense terão exame para capacidade física, para a aptidão mental, investigação social e ainda teste para saúde física.

Inscrição

Terá de ser realizada em http://fundacaofapems.org.br/site/de 13 de abril até 25 de junho, com as taxas de participação de R$ 204,00 e de R$ 127,00. A FAPEMS pode conceder isenção aos concurseiros que tiverem família com renda per capita menor que dois salários mínimos, liberando ainda os que estão no Cadastro Único.

O candidato a PM do Mato Grosso do Sul precisa ficar atento para as opções na hora da inscrição: se ele quiser a isenção ou até se quiser concorrer como cotista, é obrigatório que isso seja requisitado somente naquele momento.

Os aprovados ficarão no curso de formação, onde seus vencimentos serão de R$ 1.698,00. Contudo, os que passarem nesse curso receberão mensalmente R$ 3.352,00, recordando que ser oficial ou ser soldado inclui certos benefícios. Além disso, esses PM de MS atuarão por até 44 horas semanais.


 



Comentar