Concurso Prefeitura de Parnamirim RN 2019 – Edital e Inscrições

A Prefeitura de Parnamirim está recebendo inscrições para seu novo concurso público, que será para 810 vagas, com 63 delas como cota para deficientes. O concurso para essa prefeitura situada no Rio Grande do Norte será válido por 24 meses, com oportunidades para ensino médio ou técnico e superior.

As vagas são para técnico em Nutrição e Dietética, técnico em Farmácia, agente social, agente comunitário de saúde, psicopedagogo, pedagogo, médico (diversas especialidades), fiscal de vigilância sanitária, enfermeiro, cirurgião dentista, advogado, agente de controle de zoonoses, técnico em Laboratório, técnico em Saúde Bucal, nutricionista, fonoaudiólogo, farmacêutico bioquímico, educador físico, auditor em serviço de saúde e mais.

A banca selecionada para as inscrições e preparação da prova é o Núcleo Permanente de Concursos (Comperve). A jornada de trabalho variará entre 20 e 40 horas por semana, enquanto os salários oferecidos são de até R$ 5.000,00.

Requisitos Concurso Prefeitura de Parnamirim RN 2019

Os candidatos deverão comprovar que não têm problemas com a Justiça Eleitoral e certificado de escolaridade com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC). Os homens também precisarão comprovar que estão em situação regular no Exército, ou seja, que não deixaram de se alistar e que, se foram escolhidos, que serviram pelo tempo obrigatório.

Etapas Concurso Prefeitura de Parnamirim RN 2019

A prova de múltipla escolha feita pela Comperve será aplicada em abril e será oferecida a prova de títulos a quem quiser.

Edital Concurso Prefeitura de Parnamirim RN 2019

Fica disponível no site da organizadora: http://www.comperve.ufrn.br/.

Inscrição Concurso Prefeitura de Parnamirim RN 2019

Precisa ser realizada no site da Comperve até 01 de abril e a taxa de participação fica entre R$ 100,00 e R$ 80,00. Várias pessoas podem pedir isenção à banca, como as que estiverem no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea, os doadores de sangue que já tenham doado no Estado e os mesários ou demais funcionários das últimas duas eleições. Geralmente, quem pertence ao Cadastro Único, que é relacionado aos programas sociais, também tem isenção.


 



Deixe um Comentário: