Consultar se posso sacar FGTS 2019 PIS PASEP contas ativas

Milhões de brasileiros costumam usar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para quitar dívidas e fazer compras; tudo isso faz com que muito mais dinheiro esteja em circulação no país e é por isso que o governo Bolsonaro vai liberar os saques de lotes de conta ativas em 2019.

Com essa liberação, as pessoas que têm saldo FGTS disponível poderão sacá-lo nas agências da Caixa Econômica Federal e na rede conveniada. Neste artigo, conheça mais sobre como vai ser essa liberação e como o trabalhador consulta se pode sacar.

O que é a conta ativa de FGTS?

A conta ativa do fundo de garantia é aquela na qual o empregador está fazendo os depósitos de 8% do salário todos os meses; isso significa que esse indivíduo está empregado formalmente. Para que uma conta seja inativa, é preciso que ela esteja há 36 meses ou mais sem receber os depósitos de 8% do salário.

Lotes que serão liberados

É esperado que o governo Bolsonaro comunique a população oficialmente até 19 de julho sobre os lotes que serão liberados e os seus detalhes. No entanto, o próprio Presidente da República ainda está considerando as possíveis formas de disponibilizar esse dinheiro ao cidadão.

Por causa da falta de informações oficiais sobre os lotes a ser liberados, é muito importante que o trabalhador fique atento às próximas notícias nesta quinta e sexta-feira.

Quem tem direito ao saque de FGTS 2019 contas ativas?

O foco dessa liberação de fundo de garantia em 2019 são as contas ativas, o que significa as contas de pessoas que estão recebendo depósitos de 8% do salário ou que o receberam pela última vez há menos de 36 meses. Todavia, foi dito pelo Ministro da Economia Paulo Guedes que as pessoas com contas inativas de fundo de garantia também terão possibilidade de realizar o saque.

Para deixar tudo ainda mais claro, o fundo de garantia é recolhido de:

 

  • Safreiros;
  • Trabalhadores temporários;
  • Trabalhadores domésticos;
  • Atletas profissionais;
  • Trabalhadores avulsos;
  • Trabalhadores rurais

 

Desse modo, todos os compreendidos acima poderão fazer o saque de FGTS de contas ativas em 2019.

Como consultar o saque de FGTS 2019 contas ativas

Para consultar o valor de fundo de garantia disponível, o trabalhador tem de estar com o seu número PIS/PASEP/NIS e criar uma senha na página da Caixa Econômica Federal, clicando aqui. O banco também manda, periodicamente, correspondências com o saldo acumulado de FGTS e o cidadão que aguarda esses comunicados só precisa consultar o último.

Tendo o número PIS/PASEP/NIS e cadastrando uma senha, o trabalhador também conseguirá consultar o saldo de FGTS 2019 contas ativas usando o aplicativo da Caixa. Este está disponível nas lojas oficiais de aplicativos e é gratuito.

Alguns brasileiros arriscam a consulta de saldo de FGTS na agência da Caixa; esta opção ajuda bastante quem não tem condições de realizar a consulta de saldo usando meios eletrônicos.

Como sacar o FGTS 2019 contas ativas

O trabalhador terá de ir a uma agência da Caixa Econômica Federal e solicitar o valor ao atendente, que pedirá os documentos abaixo:

 

  • Carteira de Trabalho e Previdência Social;
  • Número PIS/PASEP/NIS;
  • Documento oficial de identidade com foto

 

Com relação à carteira de trabalho, costuma ser suficiente levar apenas a mais atual; para a segurança do trabalhador, porém, é bom apresentar todas as carteiras que ele tenha. O documento oficial com foto pode ser o passaporte, a carteira de motorista, o RG ou a carteira de órgãos funcionais. Contudo, eles devem estar atualizados o suficiente para que seja possível identificar o trabalhador.

Valores do FGTS 2019 contas ativas

É necessário deixar claro que os cidadãos não poderão retirar todo o valor de fundo de garantia que tiverem disponíveis. Os limites serão os seguintes:

 

  • No caso de o saldo ser de R$ 5.000,00 ou menos, o trabalhador só poderá sacar até R$ 1.750, o que significa 35%;
  • Se o saldo do trabalhador estiver entre os R$ 10.000 e os R$ 50.000,00, o governo Bolsonaro ainda não determinou qual será o limite de saque;
  • Se o saldo do trabalhador estiver entre os R$ 5.000,00 e os R$ 10.000, o saque vai até os R$ 3.000,00, que corresponde a 30%;
  • Quem tem mais de R$ 50.000,00 de FGTS só poderá sacar até R$ 5.000,00, ou seja, apenas 10%.

 

Esse limite para saque de contas ativas de FGTS funciona como um meio de proteger o trabalhador: se ele saca toda a quantia agora somente porque ela está disponível, ele não terá mais o que usar se comprar a casa própria, se os dependentes tiverem alguma doença séria e em outras ocasiões previstas pelo governo federal. Suponha-se que um cidadão tenha R$ 75.000,00 de FGTS: ele pode sacar os 10% em 2019 e utilizar o restante em situação de necessidade.





Comentar