Curso de Educação Física – Onde fazer, áreas e salário

O profissional de Educação Física é a pessoa que conhece os principais fundamentos da maioria dos esportes, além de técnicas para que eles sejam praticados sem lesionar músculos e ossos. Quem trabalha nesse segmento também sabe quais são os exercícios mais efetivos para alcançar determinado objetivo, como ganhar massa muscular ou perder peso.

Até recentemente, esses profissionais eram associados somente às escolas e às aulas de Educação Física, mas as atividades podem ser muito mais variadas: as academias, por exemplo, procuram pessoas que tenham esse curso superior para atuar como personal trainer, sem contar que muitas pessoas contratam de forma exclusiva esse tipo de profissional.

Onde fazer?

Muitas faculdades públicas e particulares contam com o curso de Educação Física, que costuma durar quatro anos. Na FMU, por exemplo, alguns dos assuntos da grade curricular são Atividades de Academia, Artes Marciais, Metodologia Científica, Prescrição para Grupos Especiais, Desenvolvimento Humano e Social, Vivências Aquáticas, Cinesiologia e Biomecânica, Lazer e Recreação, Ginástica Rítmica e muito mais.

A Universidade Metodista também tem esse curso de graduação, inclusive com a possibilidade de intercâmbio internacional. Cabe dizer que há instituições que oferecem o curso à distância.

Áreas

A pessoa que cursa Educação Física pode lecionar em escolas públicas e privadas. Para quem almeja trabalhar em academias ou mesmo ter alunos particulares, é essencial ter o registro no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Normalmente, os alunos que estão se formando são orientados pela instituição sobre como emitir esse registro.

Há profissionais que também se dedicam aos treinos de competições físicas, inclusive sendo os preparadores de atletas. No geral, o campo de trabalho para o ramo da Educação Física se estendeu e alcança até a consultoria.

Salários

Os vencimentos variam: um professor de Educação Física, por exemplo, pode ganhar R$ 2.000,00, dependendo de onde leciona. Uma pessoa que tem alunos particulares pode cobrar o quanto achar justo por seus treinamentos, enquanto instrutores de academia podem receber até R$ 4.000,00, na maioria das vezes.


 



Deixe um Comentário: