Cursos gratuitos em Aracaju SE 2018 – 7200 vagas

A cidade de Aracaju terá diversos cursos gratuitos durante o mês de julho, sendo eles oferecidos pela Faculdade Maurício de Nassau. Serão 7.200 vagas e a instituição disponibilizará 70 cursos de extensão e de outras classificações também, que podem ser inseridos no currículo e fazer dele mais atraente nos processos seletivos.

Haverá certificado para quem participar de algum desses cursos de extensão e os temas disponíveis são Direitos Trabalhistas, Primeiros Socorros, Biomecânica da Respiração, Treinamento Funcional, E-commerce: Ferramentas Financeiras, Psicooncologia, Asma: como tratar, Economia Doméstica, Planejamento Tributário, Oficina de Artesanato, Excelência no Atendimento, Tendências Esportivas e outros mais.

Esses cursos acontecerão entre 16 e 27 de julho e as pessoas podem se inscrever no dia do curso em si ou usando o site https://extensao.uninassau.edu.br/. A duração de cada um fica entre as 4 e as 12 horas e é de graça: a Faculdade Maurício de Nassau pede apenas alimento não perecível.

Escolhendo algum curso gratuito e fazendo a inscrição, o indivíduo fica sabendo em qual lugar de Aracaju ele será. A instituição não determina idade limite e outras características, ou seja, qualquer cidadão pode se inscrever; se a pessoa tiver menos de 18, pode ser solicitado que algum responsável esteja presente.

Outras regiões que também terão os cursos gratuitos são Parnamirim, Teresina, Recife, Jabotoão dos Guararapes, João Pessoa, Lauro de Freitas, Maceió, Natal, Parnaíba, Petrolina, Caruaru e outras mais.

Em que os cursos gratuitos ajudam?

Os cursos gratuitos podem colaborar de forma extensa para melhorar o currículo, em especial dos jovens e das pessoas que não têm nenhuma experiência profissional ou pouca formação acadêmica. Os cursos de curta duração, como esses que a Faculdade Maurício de Nassau oferecerá, são ideais porque permitem que os cidadãos tenham atualização profissional, ainda que breve, e não comprometem a rotina.

Recomenda-se que as pessoas que realizarem os cursos gratuitos solicitem o seu certificado, inclusive para a eventualidade de o recrutador pedi-lo. Se for permitido, os cidadãos podem fazer mais de um.


 



Comentar