Evitar pegadinhas na prova do Enem – Dicas

A maioria das pessoas sabe que o Ensino Médio (ENEM) é uma prova que apresenta de média a alta complexidade e ela fica ainda mais difícil por causa das pegadinhas que podem ser inseridas nas questões. É essencial que o participante saiba quando está de frente para uma pegadinha na prova a fim de garantir a nota de corte necessária para o curso que quer.

Por que o INEP coloca pegadinhas nas questões?

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) insere pegadinhas nas questões de forma a avaliar se o participante tem mesmo conhecimento do conteúdo e se ele consegue interpretar corretamente as perguntas, atentando-se apenas àquilo que é solicitado.

De fato, não é apenas o INEP que tem a prática de colocar pegadinhas nas suas provas: boa parte dos vestibulares, tais como o da Universidade de São Paulo (USP) também fazem isso.

Como evitar as pegadinhas no ENEM

Na maior parte das vezes, duas coisas são essenciais para o candidato não se deixar levar pelas pegadinhas: ter estudado de verdade e prestar atenção tanto ao enunciado quanto às alternativas. Com essas duas coisas, torna-se possível eliminar alternativas que não se relacionam ao que o enunciado pede.

Outra forma de escapar das pegadinhas do ENEM é ler com atenção: muitas vezes, os textos da prova são muito longos e a dica é dar uma olhada no enunciado antes de começar a lê-lo. Às vezes, o texto longo é só uma forma de distração, já que é perfeitamente possível responder às perguntas sem a sua leitura.

Além de ler a prova do ENEM com atenção, é importante ter disposição para reler, pois algumas questões efetivamente precisam de uma segunda leitura para a sua compreensão completa.

As questões de exatas também demandam atenção às possíveis pegadinhas, principalmente ao que se refere à fórmula a ser usada e aos sinais. Quando se termina de fazer uma conta, é recomendado uma conferência dos sinais, mesmo que isso gaste alguns segundos.