EmpregosNotícias

Gupy: febre no recrutamento, empresa demitiu 58 funcionários em 2023

A Gupy, uma das maiores plataformas de recrutamento do mercado, desligou cerca de 58 colaboradores. O número representa 8,5% do corpo empregatício da empresa fundada em 2015. De acordo com a startup, a redução no quadro de funcionárias tem como objetivo substituir a estrutura de unidades de negócio independentes por uma mais unificada.

A mudança traria um aumento de eficiência operacional e ganho de agilidade, segundo a Gupy, que afirma que seu caixa se mantém “saudável”. A plataforma ainda destacou que apoiará seus ex-funcionários com um pacote de benefícios como plano de saúde, apoio na saúde mental e física, especialmente para quem é mais socialmente impactado, como mães e pessoas pretas. Por fim, a startup salientou que não almeja realizar um novo corte neste ano.

Reestruturação na Gupy

Após fazer três aquisições em três anos e ver o tamanho de sua equipe saltar 135%, a Gupy optou por reorganizar sua estrutura, saindo de um modelo de unidades de negócios para buscar mais sinergia entre suas quatro (em breve 5) áreas de atuação.

Com o corte em massa mencionado há pouco, essa foi a primeira vez que a startup fez uma redução de quadro desde a sua fundação. Na lista de exonerações estão nomes que entraram por questões de performance e que serão repostos.

Mariana Dias, cofundadora da HRTech, em entrevista concedida ao portal Startups, destaca que o ajuste no corpo empregatício não teve um viés financeiro, como tem acontecido com as startups desde o ano passado. O objetivo é ganhar mais eficiência e conseguir a almejada integração entre times e produtos.

A executiva reforça que o balanço da Gupy é saudável e que a companhia ainda não gastou nem metade da rodada de R$ 500 milhões feita no começo do ano passado. A necessidade de mudança na forma de atuação foi percebido logo depois da aquisição da Pulses, uma plataforma de gestão de pessoas.

Dias conta que isso ficou ainda mais claro durante o evento HR4results, realizado em junho. No estande da Gupy, as ofertas foram divididas em diferentes pontas do espaço, com diferentes equipes fazendo o atendimento.

Atualmente, 40% da base de clientes da startup já usa dois ou mais de seus produtos. A ideia é dobrar a representatividade da sua receita em vendas para a base de clientes ainda este ano. A partir do ano que vem, a HRTech vai implementar um produto destinado à área de performance de colaboradores. Dessa forma, ela será capaz de somar cinco ofertas:

  • 1. Recrutamento e seleção;
  • 2. Admissão;
  • 3. Educação corporativa;
  • 4. Clima e engajamento;
  • 5. Performance.

A grande diversidade de fornecedores de sistemas é uma dos principais problemas enfrentados por departamentos de RH. Para contornar o impasse, a Gupy optou pela consolidação de ofertas, mas também de outros nomes do mercado como Sólides, Caju e Swile.

Bruno Gama

Jornalista do Vagas Abertas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo