Inscrição ano letivo Brasília 2023 – Datas, SIte

O ano ainda não acabou, mas as movimentações para o ano letivo de 2023 já começaram, é sempre importante lembrar da importância da educação para os jovens brasileiros, em um país onde isso já é um desafio, ter essa vaga já é um privilégio. Com isso, é importante ficar esperto com as datas e anuncio do novo ano letivo que saiu em Brasília na última terça feira dia 04.

Essa medida, todavia, não são para todos, os alunos que devem buscar procurar os lugares que aqui vão ser indicados devem ser alunos que ainda não estão matriculados na rede de ensino estadual de Brasília, ou seja, é uma ótima oportunidade para que está fora da escola, ou por exemplo e veio de outro estado. A medida não vale para alunos que já estão matriculados, pois para esta essa renovação se dá de forma automática já para o ano que vem.

Outros alunos que não podem ser matriculados pelo site é alunos com necessidades especiais, para este a matrícula deve se dar de forma presencial na Coordenação Regional de Ensino (CRE) de preferência.

Os estudantes ou responsáveis devem efetuar a inscrição pelo site da Secretaria de Educação do DF (SE-DF), ou pelo telefone 156. Data limite de 04 de outubro a 31 de outubro de 2022 www.educacao.df.gov.br. 

 

Documentos necessários para Inscrição

A seguir os documentos necessários:

  • PF (obrigatório)
  • Nome completo conforme a certidão de nascimento ou carteira de identidade (sem abreviaturas)
  • Data de nascimento
  • Nome da mãe ou do responsável
  • CEP da residência ou trabalho da mãe, do pai ou responsável legal (obrigatório)

Segundo a pasta, a inclusão do CEP possibilita o direcionamento do estudante a uma vaga em uma escola mais próxima. Não é possível escolher a unidade de preferência no momento da inscrição.

Além disso, a secretaria alerta que os responsáveis devem ficar atentos para finalizar o processo. “Ao concluir a digitação das informações solicitadas, clique em ‘GRAVAR’, pois o cadastro será finalizado somente se os dados informados estiverem completos e corretos”, informa o órgão.