Inscrição FIES 2018 – Como se inscrever?

Com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), os brasileiros podem fazer faculdade sem pagar qualquer mensalidade até depois de se formarem. O Ministério da Educação fornece bolsas que só serão quitadas depois de um ano e meio de o estudante ter acabado o curso: esse é o prazo que o Ministério dá para que essa pessoa esteja estabilizada na sua área e consiga repor todas as parcelas.

Diferente de alguns outros programas de bolsas, o FIES permite que as pessoas que já têm uma faculdade tentem uma segunda formação. Mais que isso: ele disponibiliza descontos especiais no caso de a pessoa ser médica ou de ser docente.

Apesar de os beneficiados não pagarem as mensalidades enquanto não se formam, existe uma quantia de R$ 150,00 que precisa ser paga trimestralmente, já que está relacionada às taxas de juros que todo tipo de financiamento apresenta, inclusive o estudantil. No ano de 2017, o valor desses juros era de mais de 6%, podendo ser maior em 2018.

Os estudantes que podem requisitar a bolsa do FIES são os que já fazem algum curso superior e querem que o MEC fique com as mensalidades, sendo fundamental que a renda máxima da família seja de três salários mínimos per capita. É exigido também que a pessoa tenha feito o ENEM depois do ano de 2010, lembrando que a nota mínima é de 450.

Como se inscrever?

Para pedir uma das bolsas do FIES, deve-se clicar em http://fiesselecaoaluno.mec.gov.br/usuario-login e cadastrar-se: o MEC vai pedir a data de nascimento e o CPF. O solicitante da bolsa de estudos vai responder ao formulário e pode acompanhar, usando o portal sisFies, se ela está validada.

Até 28 de dezembro, podem inscrever-se as pessoas que já tenham alguma faculdade e que nunca tenham usado o financiamento antes. O programa também permite que se façam inscrições para as diversas vagas remanescentes e o prazo também é o dia 28. O estudante não pode esquecer-se de clicar em “Confirmar minha inscrição”, colocando o login que fizeram.