Me inscrevi para um concurso que foi suspenso – O que fazer?

A pandemia de COVID-19 tem feito com que muitos órgãos públicos suspendam os seus concursos para os próximos meses. Em alguns casos, os candidatos até mesmo já tinham pago pelas inscrições e cabe dizer que essas suspensões são medidas de segurança aliadas a corte de gastos.

Como a receita brasileira tende a encolher como um todo, muitos órgãos não podem aumentar a sua folha de pagamento; além disso, a junção de muitas pessoas nas salas de prova pode ser muito perigosa para a disseminação do coronavírus.

Em virtude disso, muitas bancas organizadoras estão comunicando aos concurseiros a suspensão dos seus certames (em alguns casos, até o cancelamento). Se isso acontece, porém, as pessoas que se inscreveram precisam saber quando podem receber de volta sua taxa.

Concurso foi suspenso – e agora?

Primeiro, é necessário entender o que significa um concurso suspenso: isso quer dizer somente que ele não acontecerá na data que foi estabelecido, mas sim um pouco mais à frente. Mesmo assim, o certame ainda acontecerá e as pessoas que se inscreveram não têm direito a receber de volta a sua taxa de inscrição.

Por isso, será preciso ficar de olho no site das bancas organizadoras a fim de consultar as novas informações, inclusive a nova data de realização das provas.

Concurso foi cancelado – e agora?

Já quando o concurso é cancelado, significa que o órgão público não tem previsão de quando ele será realizado e o concurseiro não é obrigado a aguardar. Afinal, existe a possibilidade de o novo certame só ser realizado de novo daqui a alguns anos.

Nesse caso, o concurseiro pode pedir a sua taxa de inscrição de volta. Para tanto,  deverá acessar o site da organizadora do certame e seguir as orientações que forem dadas ali.

Em alguns casos, calendário apenas será mudado

Alguns órgãos públicos não suspenderão e nem cancelarão os seus concursos, optando apenas por remarcar as datas das etapas seletivas para o segundo semestre.




Comentar