Onde fazer exame de Admissão e Demissão em Brasília DF


O exame admissional e o exame demissional são rotinas para qualquer pessoa que trabalha com registro em carteira, sendo indispensáveis para proteger tanto o empregador quanto o próprio funcionário.

Nesses exames, é verificada a plena condição física do trabalhador, além de se garantir que ele não sofreu qualquer problema sério enquanto estava empregado.

Em Brasília, existem diversos lugares que fazem tanto o exame admissional quanto o exame demissional, sendo ambos pagos pela empresa e sem a possibilidade de cobrança posterior ao trabalhador.

Como é o admissional

No admissional, o foco é assegurar que aquela pessoa selecionada para a vaga tem plenas condições físicas de cumprir com as suas atribuições.

Assim, esse exame vai atestar que o indivíduo está assumindo a vaga sem ter qualquer impedimento médico para ter um bom desempenho.

Como é o demissional

No caso do exame demissional, o foco é assegurar que aquele trabalhador não adquiriu qualquer doença enquanto esteve empregado.

Essa é uma forma de ajudar o trabalhador (caso ele tenha adquirido alguma doença do trabalho) e proteger o empregador (para impedir que, no futuro, o ex-funcionário queira levantar algum processo sem fundamento).

Onde fazer em Brasília

Como dito, Brasília tem várias clínicas onde é possível realizar o exame admissional e o demissional, sendo todos eles bem rápidos.

A MedLife Medicina e Segurança do Trabalho, por exemplo, fica na Asa Sul, no Bloco C e realiza os dois exames com bastante rapidez. Ela funciona até às 17h.

A Brasília Atestados Médicos é outra opção para realizar o admissional e o demissional e funciona apenas de manhã, em Guará.

Há ainda a BSB Medicina e Segurança do Trabalho, que apresenta excelentes avaliações de trabalhadores no Google.

Posso escolher onde fazer o admissional e o demissional?

Normalmente, a empresa tem algum convênio com a clínica de Medicina e Segurança do Trabalho, dando um encaminhamento para o futuro funcionário ou para quem está sendo demitido.

Dessa maneira, não é comum que o trabalhador possa escolher onde fazer o exame médico.