Quanto é o desconto do INSS do jovem aprendiz?

Para ter a primeira oportunidade no mercado de trabalho, muitos estudantes recorrem aos programas de jovens aprendizes, que são abertos por inúmeras empresas, inclusive pelos órgãos públicos. Nesse tipo de contratação, é necessário que os concorrentes tem de 14 a 24 anos, geralmente, não sendo solicitado grande conhecimento de Informática e muito menos de Inglês.

É obrigatório, entretanto, que o candidato a jovem aprendiz esteja na educação básica e em uma instituição aprovada pelo Ministério da Educação. Vale salientar que, pela Lei de Aprendizagem, todas as empresas devem separar uma porcentagem das suas oportunidades para essa forma de contratação.

Desconto do INSS para jovem aprendiz

O jovem aprendiz tem, realmente, o desconto do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que também é efetuado no pagamento dos outros colaboradores regularizados.

O desconto mencionado é a famosa “contribuição com o INSS”, solicitada quando alguém requisitada auxílio doença, salário maternidade, todos os tipos de aposentadoria e muito mais. Todas as empresas têm permissão para descontar até 8% todos os meses de cada jovem aprendiz e isso é expresso na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A remuneração dos jovens aprendizes, no geral, aproxima-se do salário mínimo, que é de R$ 998,00. Assim, considerando que a empresa desconte os 8% “redondos”, o valor seria de R$ 79,84 todos os meses.

Vale salientar que o desconto do INSS é somente um dos que a empresa pode fazer. Há jovens aprendizes que têm descontado o vale transporte e o convênio odontológico, dentre outros. Isso tudo também está na CLT e é possível dialogar com o empregador, abrindo mão do plano odontológico ou do vale transporte, caso se more perto do trabalho.

No entanto, é muito importante que os descontos do INSS sejam feitos porque, a médio e longo prazo, esse jovem aprendiz estará respaldado caso sofra um acidente, tenha filhos, fique doente e quando quiser se aposentar.

Para esclarecimentos com relação aos descontos no salário do jovem aprendiz, indica-se consultar a CLT ou a Lei de Aprendizagem.






Comentar