Notícias

Quanto ganha o ministro do Bolsa Família no governo Lula?

A gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), atual presidente da República, é composta por 37 ministérios. Devido ao alto número de pastas, o gasto com salários e outros benefícios será de R$ 101.197.390,84 em quatro anos. Em seu terceiro mandato, o petista nomeou mais 15 ministros e, por conta disso, a foram adicionados mais R$ 41 milhões na despesa pública.

Vale mencionar que o cálculo leva em consideração o salário, que fechará o governo em R$ 46,3 mil, férias, décimo terceiro e o auxílio moradia que, atualmente, é equivalente a R$ 7,7 mil. No entanto, o custo abrange apenas ministros de estado, sem levar em conta o secretário adjunto, subsecretários e assessores especiais.

Além do salário ultrapassar os R$ 46 mil, Lula contará com um acréscimo de R$ 10,3 mil com sua aposentadoria de anistiado político. A seguir, confira todos os detalhes referentes às remunerações do poder Executivo brasileiro.

Aumento para o presidente da Petrobras

Jean Paul Prates, presidente da Petrobras, também deve ganhar um aumento salarial. O reajuste salarial será praticamente o triplo, fazendo o executivo ser contemplado mensalmente com R$ 103 mil, além de receber benefícios como plano de saúde, plano de previdência, e outros auxílios.

Para a oposição, a escolha de Lula desrespeita o Congresso. O argumento usado é que a Casa tem o papel de apenas referendar as decisões do atual chefe do Executivo, inclusive de mudar a lei para impor a indicação. De acordo com os rivais do presidente, caberá ao petista gerenciar 45 mil funcionários diretos na estatal, que teve receita de aproximadamente R$ 450 bilhões em 2021. A título de curiosidade, a Petrobrás arca com 60% do plano de saúde de seus funcionários, custando cerca de R$ 2,1 bilhões por ano.

E os ministros do Supremo Tribunal Federal? Quanto ganham?

Com a aprovação da lei 14.520/2023, o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aumenta em 18% parcelados ao longo de três anos. Na prática, a remuneração passou de R$ 39.293,32, em 2022, para R$ 41.650,92, a partir do dia 1° de abril de 2023. No ano que vem, no dia 1° de fevereiro, haverá um novo aumento, subindo para R$ 44.008,52 e, na mesma data em 2025, para R$ 46.366,19.

Vale lembrar que, quando o assunto envolve o poder Executivo e Legislativo, o processo passa por três fases, como previsto na Constituição. Sendo eles: indicação do presidente, sabatina e votação no plenário. No entanto, para ser nomeado, o indivíduo precisa:

  • 1. Ter entre 35 e 65 anos;
  • 2. Ser brasileiro nato, isto é, nascido no país;
  • 3. Ter notável saber jurídico e reputação ilibada.

Bruno Gama

Jornalista do Vagas Abertas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo