Notícias

Salário de Geraldo Alckmin: veja quanto ganha o vice-presidente do Brasil

Desde o dia 1° de janeiro deste ano os reajustes salariais para os cargos de presidente e vice-presidente da República estão em vigor, tendo sido promulgado pelo Congresso Nacional no dia 26 de dezembro do ano passado. Inclusive, o ajuste também abrange deputados e senadores.

Sendo assim, os cargos que hoje são ocupados por Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSB) contam com uma remuneração de R$ 39.293,32. Antes do reajuste aprovado pelo Congresso, o montante era de R$ 33.763.

Aumento salarial para a alta cúpula do governo

Como apontam os números abaixo, o Congresso determinou reajustes com aumentos gradativos até 2025 para ministros, presidente, vice e parlamentares:

  • 1. A partir de 1° de janeiro de 2023: reajuste de R$ 33.763 para R$ 39.293,32;
  • 2. A partir de 1° de abril de 2023: reajuste para R$ 41.650,92;
  • 3. A partir de 1° de fevereiro de 2024: reajuste para R$ 44.008,52;
  • 4. A partir de 1° de fevereiro de 2025: reajuste para R$ 46.366,19.

Vale destacar que um levantamento realizado pela CNN aponta que o salário dos deputados e senadores brasileiros é 15,2 vezes maior do que a renda média dos cidadãos brasileiros. Atualmente, a média salarial dos cidadãos é de R$ 2.737, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), baseados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Quanto vão ganhar os governadores?

No que diz respeito ao salário dos governadores, ele varia de estado para estado. Em São Paulo, o mais populoso do país, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) receberá R$ 34.572,89. A remuneração do estado também foi reajustada após a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), em sessão extraordinária, optar pelo aumento nos subsídios do governador, vice-governador e secretários estaduais. Anteriormente, o pagamento feito ao chefe do Executivo era de R$ 23.048,59.

Já no Rio de Janeiro, por exemplo, o governador reeleito, Claudio Castro (PL), não conseguiu o reajuste de 62% no salário. Após receber emendas, o Projeto de Lei foi retirado da pauta da Assembleia Legislativa em dezembro, no último dia de sessões da Casa em 2022.

O projeto apresentado pela Comissão de Orçamento previa 57,8% de reposição da inflação e 4,32% de ganho real, o que elevaria o montante de Castro de R$ 21.868,14 para R$ 35.462,22. Por fim, confira a remuneração do Executivo de alguns dos demais estados em 2023:

  • 1. Bahia: R$ 35.462,22
  • 2. Rio Grande do Sul: R$ 35.462,22
  • 3. Paraná: R$ 33.763,00
  • 4. Piauí: R$ 29.469,99
  • 5. Espirito Santo: R$ 29.496,99
  • 6. Acre: R$ 35.462,22
  • 7. Paraíba: R$ 31.173,06
  • 8. Pernambuco: R$ 22.000,00
  • 9. Roraima: R$ 34.299,00
  • 10. Minas Gerais: R$ 10.500,00
  • 11. Mato Grosso do Sul: R$ 35.462,27
  • 12. Amazonas: R$ 34.070,00
  • 13. Goiás: R$ 27.597,83
  • 14. Tocantins: R$ 28.000,00

Bruno Gama

Jornalista do Vagas Abertas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo