Mesário voluntário Eleições 2018 – Trabalhar, TRE, Cadastro

O mesário é um cidadão que atua nas eleições, registrando todos os que estão indo votar e concedendo a eles os seus comprovantes. Essas pessoas acompanham quando as urnas chegam e quando elas são retiradas, sendo parte indispensável para que o processo democrático seja confiável.

Muitos dos mesários são convocados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). No entanto, a intenção da Justiça Eleitoral é que mais cidadãos escolham voluntariamente atuar nesses dias; assim, tem-se o Programa Mesário Voluntário.

Como a pessoa se torna mesária?

Acessa-se o site do Tribunal Regional Eleitoral do Estado em questão e, depois, o cidadão busca por “Mesário”, que está inserido na aba “Eleitor”. Deve-se localizar o “Faça a sua inscrição”, colocando-se o número do título. Após, um formulário precisará ser preenchido e a pessoa indicará em quais seções eleitorais pode trabalhar, sendo preferível que eles fiquem com aquela em que votam.

Os mesários voluntários começarão a ser anunciados em 3 de agosto. As pessoas que forem trabalhar terão um treinamento feito pelo TRE, que determinará a sua data. Todavia, o normal é que o órgão treine esses mesários em agosto, depois das convocações, ou em setembro.

Através desse treinamento, os voluntários saberão onde cada eleitor deverá assinar, como ele liga a urna, como finalizar a eleição, como fazer o comprovante de ausência e outros trâmites.

Quais pessoas não podem ser mesárias voluntárias?

Dentre os que não podem trabalhar nas eleições estão os que são ativos em partidos políticos, os que atuam no serviço eleitoral, os agentes de escolta, os familiares dos candidatos, os funcionários do Executivo, os menores de idade e outros.

Vantagens: o que tem de positivo em ser mesário voluntário?

O primeiro grande benefício para quem trabalha como mesário, inclusive os que não são voluntários, é ter 2 dias para requisitar com folga ao seu empregador. Além disso, o mesário também pode ficar 2 dias de descanso por seu treinamento. Assim, se o mesário foi treinado por 1 dia e atuou em 1 dia na eleição, terá 4 de folga.


 



Comentar